Como diferenciar crocodilianos

Escrito por ethan shaw | Traduzido por rodrigo castilhos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como diferenciar crocodilianos
Mais de uma dúzia de espécies de crocodilos verdadeiros habitam as Américas, África, Austrália e Ásia (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Crocodilos verdadeiros pertencem a uma família dentro da ordem de répteis crocodilianos que inclui jacarés, caimões e gaviais. Há mais de uma dúzia de espécies de crocodilos espalhados nas latitudes mais baixas das Américas, África, Ásia e Austrália. Essas criaturas dentadas sobrevivem a mais de 200 milhões de anos como um grupo de predadores aquáticos muito bem sucedidos onde quer que se encontrem.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Considere as principais diferenças morfológicas. O crocodilo de água doce australiano, por exemplo, dá uma impressão de magreza extrema: O seu focinho é bem estreito, quase semelhante ao dos grandes comedores de peixe chamados gaviais. O crocodilo-persa da Índia, em comparação, tem mandíbulas robustas. De modo geral, eles se assemelham ao jacaré-americano.

    Como diferenciar crocodilianos
    O crocodilo-persa da Índia tem um focinho largo igual ao de um jacaré (Anup Shah/Photodisc/Getty Images)
  2. 2

    Compare os tamanhos de diferentes espécies de crocodilo. Isso varia muito entre as espécies. O crocodilo-anão da África chega a um pouco mais de um metro e meio de comprimento. No entanto, algumas das maiores espécies, como o crocodilo-do-nilo e o crocodilo-de-água-salgada, sobretudo, podem exceder seis metros de comprimento e pesar quase uma tonelada, apesar de espécimes desse tamanho serem muito raros.

    Como diferenciar crocodilianos
    O crocodilo-anão da África tem em média um metro e oitenta (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  3. 3

    Pense na distribuição dos crocodilos modernos, ela é restrita aos trópicos e subtrópicos. Certas áreas abrigam diferentes espécies. Partes da Índia abrigam tanto o crocodilo-persa quanto o crocodilo-de-água-salgada, enquanto num determinado pântano na África Ocidental pode haver crocodilos-do-nilo, crocodilos-do-focinho-delgado e crocodilos-anões. O crocodilo-americano é uma das maiores espécies do norte. Ele vagueia pelos manguezais subtropicais e recifes do sul da Flórida. Ali vive o único crocodilo verdadeiro, mas não o único crocodiliano, pois compartilha espaço com o jacaré-americano.

    Como diferenciar crocodilianos
    O crocodilo-americano é encontrado desde a região norte até o sul da Flórida (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  4. 4

    Analise as diferenças ecológicas entre os crocodilos. Todos têm hábitos parecidos: Eles ficam a maior parte do tempo na água, põem ovos de casca dura na terra, são totalmente carnívoros e são todos ectotérmicos, ou seja, sua temperatura corporal depende do ambiente em que estão. Mas há diferenças em suas preferências por habitats. O crocodilo-de-água-salgada, também conhecido como crocodilo-marinho ou crocodilo-poroso, o maior de todos os répteis vivos, não raramente percorre águas marinhas; na verdade, ele pode alcançar centenas de quilômetros de oceano aberto pegando carona em fortes correntes marinhas. O crocodilo-americano compartilha esta predileção, o que explica a sua presença no Caribe e sul da Flórida. As outras espécies são mais facilmente encontradas em rios, pântanos e lagos de água doce.

    Como diferenciar crocodilianos
    O grande crocodilo-de-água-salgada também pode ser encontrado em mar aberto (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  5. 5

    Considere as estratégias predatórias e dietas dos crocodilos. A preferência pela presa parece depender muito da facilidade de captura e do tamanho dela. Espécies menores geralmente comem peixes, invertebrados e mamíferos pequenos, o mesmo ocorre com os espécimes mais jovens das espécies de crocodilos maiores. Os animais maiores podem capturar mamíferos grandes com maior facilidade, ficando de tocaia e fazendo emboscadas. Os crocodilos-do-nilo na África podem atacar criaturas bem grandes, como gnus, zebras e búfalos, forçados a se aproximar dos rios infestados de crocodilos para beber água ou durante jornadas migratórias.

    Como diferenciar crocodilianos
    Crocodilos-do-nilo adultos podem predar grandes mamíferos ungulados como a zebra (Anup Shah/Photodisc/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível