Espécies legais de filhotes de tubarão para aquários

Escrito por jennifer hayes | Traduzido por nicolle roesner
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Espécies legais de filhotes de tubarão para aquários
Diferente do imponente tubarão branco, existem diversas espécies menores de tubarão que podem ser mantidas em aquários particulares (Comstock/Comstock/Getty Images)

Juntamente com cobras, aranhas e roedores, os tubarões são criaturas cuja reputação causa medo imediato. Mas nem todos os tubarões são monstros que os filmes e a televisão mostraram. Na verdade, diversas espécies de tubarões são realmente pequenos e lindos. Nos últimos anos, um mercado de entusiastas de aquário de água salgada se desenvolveu para esses pequenos tubarões, que são vendidos para serem mantidos em casas particulares. Com um tanque grande o suficiente para acomodar um tubarão e um pouco de trabalho pesado, existem diversas espécies pequenas disponíveis para compra.

Outras pessoas estão lendo

Tubarões-bambu

Do gênero Chiloscyllium, existem dois tipos comuns de tubarões-bambu em aquários de água salgada. O bambu marrom com faixas (Chiloscyllium punctatum) é caracterizado por faixas bege e marrom escuro quando ainda é filhote. Essas faixas somem quando for adulto. O bambu com manchas brancas (Chiloscyllium plagiosum) é muito parecido, mas com manchas brancas, bem como faixas. Lembrando o bagre de água doce ou cascudos comedores de alga, esses tubarões se alimentam de noite e passam o dia escondidos no fundo do tanque ou em fendas de rochas. Um tanque com pelo menos 600 litros de água é necessário para manter os tubarões-bambu, mas um tanque de 800 litros é melhor.

Tubarão-epaulette

Na mesma ordem taxonômica dos tubarões-bambu, o tubarão-epaulette (Hemiscyllium ocellatum) também se alimenta de noite. É caracterizado por uma coloração pálida e com faixas ou manchas escuras espalhadas com uma mancha grande e escura com formato de olho (oculus) acima das barbatanas peitorais. Encontrado nas águas do oceano Indo-Pacífico, o epaulette pode crescer até 90 cm e necessitam de um tanque de 600 a 800 litros de água. Eles tendem a ser menos disponíveis e, assim, podem ser mais caros do que os bambus.

Tubarão-gato-coral

Com corpos longos e finos, cabeças estreitas e olhos como de um gato, o tubarão-gato-coral (Atelomycterus marmoratus) é outra espécie do oceano Indo-Pacífico comum em aquários marinhos. Uma espécie particularmente bonita, os corais possuem manchas escuras variando do bege ao marrom e do preto ao cinza. Com 60 cm ou mais de comprimento, o tubarão-gato-coral responde bem em cativeiro, alguns vivendo até 20 anos. Como os bambus, eles tendem a ficar escondidos durante o dia sob rochas e fendas e precisam de um tanque com no mínimo 700 litros de água.

Tubarão-gato-listrado

O tubarão-gato-listrado (Poroderma africanum) é encontrado em águas da África do Sul. Algumas vezes chamado de tubarão-gato-de-pijama, ele é caracterizado por longas faixas escuras que vão da cabeça até a cauda. Como é parente do tubarão-gato-coral, o tubarão-gato-listrado possui um corpo fino e olhos como os de gato, mas diferente do coral, ele cresce até 1,2 m. Consequentemente, o tamanho mínimo do tanque deve ser maior do que o do coral, necessitando de, pelo menos 800 litros de água.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível