Uma explicação dos dez princípios da Economia

Escrito por melissa hamilton | Traduzido por henry alfred bugalho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Uma explicação dos dez princípios da Economia
Os Dez Princípios da Economia foram criados pelo professor de Harvard Gregory Mankiw (harvard university image by Stephen Orsillo from Fotolia.com)

Quando se fala de uma lista de princípios econômicos, geralmente trata-se de uma referência aos "Dez Princípios da Economia" de Gregory Mankiw. A lista é um conjunto de postulados sobre como a economia deveria funcionar. Os 10 princípios estão divididos em três categorias: decisões que as pessoas fazem, o funcionamento da economia como um todo e interações entre as pessoas.

Outras pessoas estão lendo

As pessoas defrontam-se com tradeoffs

Isto se refere ao conceito de fazer concessões. Uma pessoa tem de abdicar de algo para conseguir algo que elas queiram mais. Por exemplo, digamos que lhe ofereceram uma barra de chocolate ou um pirulito. Você terá de escolher abdicar de um para obter o outro.

O custo de uma coisa é aquilo de que abdicamos para obtê-la

O segundo princípio econômico enfatiza que o custo de algo é aquilo que você abdica. Por exemplo, você pegou o pirulito, que tem um lucro econômico (o que você ganha com a escolha) de R$ 1,70. Mas você teve de abdicar do chocolate, que tem um lucro econômico de R$ 0,90. Então você ganhou apenas R$ 0,80 por sua escolha. Mas se você não tivesse escolha e lhe oferecessem somente o pirulito, você não teria abdicado de nada e teria recebido um lucro econômico de R$ 1,70.

As pessoas racionais pensam marginalmente

Este princípio pode ser um pouco difícil de assimilar. Pensamento marginal é fazer pequenos ajustes. Por exemplo, um cinema tem preços de matinê. O cinema sabe que menos pessoas assistem a filmes à tarde. O preço normal do ingresso do cinema é de R$ 20 e, por aquele preço, o cinema venderá dois ingressos para a projeção da matinê. Ao ofertar um preço de R$ 12 para a matinê, o cinema acaba vendendo cinco ingressos. Ao vender os ingressos com 40% de desconto, o cinema acaba na verdade ganhando R$ 20 a mais.

As pessoas respondem aos incentivos

As pessoas respondem a diferentes incentivos de maneiras boas ou más, mas o ponto é que nós respondemos. Um bar pode fazer uma oferta na qual, na compra de uma bebida, você recebe outra grátis. O lado bom do incentivo é a bebida grátis, o lado ruim pode ser um estudante universitário que deixa de estudar para ir beber. De qualquer modo, a resposta ao incentivo está aí.

O comércio pode ser benéfico para todos

É importante esclarecer que comércio inclui usar dinheiro para pagar por algo. Digamos que uma pessoa é habilidosa em fazer massagens. Você recebe a massagem, confiando nesta pessoa, então troca seu dinheiro como um pagamento.

Os mercados são normalmente uma boa forma de organizar a atividade econômica

Os mercados são definidos simplesmente como um lugar onde pessoas fazem um acordo, fixam um preço e então comunicam-no para todo o mundo. No mercado de alimentação, por exemplo, os fazendeiros fazem um acordo de vender a um preço estabelecido para, então, os supermercados comunicarem esse preço acordado ao vender os alimentos para o público.

Os governos podem, às vezes, melhorar os resultados dos mercados

O governo pode se envolver se a eficiência do mercado não estiver funcionando ou se o mercado estiver falhando na distribuição. Esta falha é geralmente causada por uma externalidade, o que significa que o produto impacta além dos compradores e vendedores diretos. Por exemplo, carros beneficiam os motoristas, mas as emissões de gases também são uma preocupação de saúde para as pessoas.

Os padrões de vida de um país dependem da sua capacidade de produzir bens e serviços

Explicando de maneira simples, este princípio é a produtividade. Quanto mais rico for o país, mais alto será o nível de produtividade.

Os preços aumentam quando o governo imprime dinheiro demais

Este princípio se refere a inflação. A elevação nos preços reflete a quantidade de dinheiro sendo impresso. Apesar de mais dinheiro fazer as pessoas pensarem estar mais ricas, a inflação faz com que os preços subam e o dinheiro perca parte de seu valor.

A sociedade defronta-se com um tradeoff de curto prazo entre a inflação e o desemprego

Também conhecida como a Curva de Phillips, este princípio afirma que você não pode manter o desemprego baixo e inflação sob controle ao mesmo tempo e, assim, cria um tradeoff.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível