Como extrair zeros no "MATLAB"

Escrito por margaret woodlawn | Traduzido por fernanda m. blauvelt
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como extrair zeros no "MATLAB"
Extrair os valores nulos pode ajudar a criar gráficos úteis dos seus dados (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Os valores zero na sua matriz do MATLAB (software de computação científica) podem tornar a análise do seus dados difícil. As estatísticas ou o processamento de sinal podem gerar resultados sem sentido e os gráficos podem ser complicados de ler quando os valores nulos estão representados. Extraí-los -- removê-los de sua matriz -- permitirá que trabalhe com dados úteis para conseguir resultados significativos.

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Dados numéricos
  • Computador
  • MATLAB

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Copie sua matriz original para outra variável. Se precisar usar a matriz como era antes de remover os zeros, poderá usar essa nova variável.

    Se a matriz se chamar M, por exemplo, atribua a ela uma nova variável chamada Mzeros. Para fazer isso, digite "Mzeros = M" (sem as aspas) na linha de comando do "MATLAB".

  2. 2

    Salve a matriz original em um arquivo de texto caso precise dela mais tarde usando a função "dlmwrite" do "MATLAB". Se o armazenamento da variável acidentalmente for excluído ou reescrito, será possível carregar novamente os dados originais do arquivo de texto.

    Por exemplo, se a matriz original for armazenada na variável Mzeros, digite "dlmwrite('Mzeros.dat', Mzeros)" para escrever a Mzeros em um arquivo de texto chamado Mzeros.dat.

    Você poderá pular esse passo se seus dados já estiverem armazenados em um arquivo de texto.

  3. 3

    Decida se precisa manter sua matriz do mesmo tamanho e formato. Mantenha-a assim se as linhas e colunas possuírem um significado específico (por exemplo, cada linha representa um teste experimental diferente e cada coluna representa uma quantidade de medida diferente). Para manter o mesmo tamanho e formato, substitua cada valor zero por um valor de NaN (representando "não é um número").

    Para substituir os valores zero por NaN em uma matriz chamada M, digite "M(M==0) = NaN". Certifique-se de digitar M==0 com dois sinais de igual. Esse comando dirá ao "MATLAB" para encontrar todos os elementos de M iguais a zero e substituí-los por NaN.

    Tudo na matriz permanecerá na mesma posição (mesma linha e coluna), mas todos os zeros agora serão NaN. Já que a maioria das funções do "MATLAB" ignoram os valores NaN, você poderá colocar dados em gráficos e analisá-los mesmo que os NaN não estejam lá, conseguindo resultados significativos.

  4. 4

    Você poderá excluir os elementos zero completamente (em vez de substituí-los por valores tipo NaN) se a matriz for uma lista simples de valores, sem linhas e colunas significativas. Para excluir os elementos nulos na matriz chamada M, digite "M(M==0) = []" (sem as aspas). Certifique-se de digitar M==0 com dois sinais de igual. Esse comando dirá ao "MATLAB" para encontrar todos os elementos iguais a zero e substituí-los por []. O [] representa "vazio". Substituir um valor por [] excluirá o elemento.

    Se M for uma matriz bidimensional, ela será agora um vetor de coluna, contendo todos os elementos não zeros da original M, em sentido coluna. Por exemplo, se M era uma matriz de duas linhas e duas colunas:

    [1 6 0 3 2 0 7 4]

    agora será

    [1 2 6 7 3 4]

    Se M for um vetor (apenas uma linha ou coluna), agora ele será um vetor curto. Por exemplo, se M era [1 2 0 3], agora será [1 2 3].

    A matriz mudará de tamanho e formato quando excluir os elementos zero. Mas se ela não possui valor NaN, você poderá analisar os dados mesmo com as funções "MATLAB" que não ignoram esses valores.

Dicas & Advertências

  • Certifique-se de que os valores zero não sejam realmente significativos antes de removê-los. Se significarem algo nos seus dados, removê-los poderá fornecer resultados errados e corrompidos.
  • Se sua matriz for muito grande, copiá-la para outra variável poderá precisar de muita memória, deixando o "MATLAB" lento e com problemas. Certifique-se de que ela esteja salva em um arquivo de texto e não a copie para outra variável.
  • São poucas as funções que não ignoram NaNs, e podem retornar com erros ou resultados sem sentido se usá-los. Verifique a documentação do "MATLAB" para cada função que usar na sua análise de dados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível