Fatores hereditários que afetam o desenvolvimento físico

Escrito por robin mcdaniel Google | Traduzido por josciel sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatores hereditários que afetam o desenvolvimento físico
A exposição do feto a substâncias químicas no útero pode afetar o seu desenvolvimento (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

A interação entre natureza e nutrição é um debate antigo: são os fatores ambientais ou os fatores genéticos que têm maior efeito no desenvolvimento físico? A maioria dos cientistas acreditam que é uma combinação de ambos, apesar de terem existidos vários estudos em ambos os lados do debate que tentam provar seu ponto específico. A hereditariedade é responsável por algumas características físicas e alguns aspectos de crescimento, tanto no desenvolvimento fetal quanto no infantil. No entanto, tanto o ambiente quanto a genética parece ter um papel no desenvolvimento físico geral.

Outras pessoas estão lendo

Genes

Os genes são os determinantes da hereditariedade e cada indivíduo possui genes da mãe e do pai. As características como altura, peso e cor da pele, dos olhos e do cabelo são todos determinados através do equilíbrio de genes no corpo. Os genes são responsáveis por processos cognitivos e mentais, assim como características físicas, e são transmitidos através das gerações.

Dominante e recessivo

De acordo com o ThinkQuest.org, existe tanto um gene recessivo como um dominante para cada característica pessoal de um indivíduo. Por exemplo, se um pai tem cabelo escuro e o outro tem cabelo claro, o gene dominante irá determinar a cor resultante do cabelo da criança. Os genes são responsáveis por fatores que determinam um ampla variedade de características físicas hereditárias.

Referências

O desenvolvimento físico em crianças é geralmente medido por referências. É esperado que as crianças alcancem certas referências mensuráveis de desenvolvimento em idades específicas. Por exemplo, aos 3 meses de idade, uma criança deve ser capaz de rolar. Aos seis meses, elas devem conseguir sentar-se sem assistência e, aos 12 meses, a maioria terá pelo menos tentado ficar de pé ou caminhar. Essas referências são usadas por médicos para determinar se uma criança está tendo uma progressão física adequada ao longo dos anos de crescimento.

Ambiente

Apesar dos genes terem uma grande influência no processo de desenvolvimento, o ambiente também tem um papel na determinação das características físicas e no desenvolvimento. Se um feto for exposto a poluentes ou substâncias químicas no útero em estágios específicos do processo do desenvolvimento, essas substâncias podem afetar seu ácido desoxirribonucleico, ou DNA, e causar mutações que não aconteceriam de outra forma.

Efeitos

A síndrome alcoólica fetal é causada pela exposição do feto ao álcool no útero. Isso pode resultar em deformações físicas e cognitivas que não estão conectadas a influências hereditárias. Além disso, a nutrição têm um grande papel no desenvolvimento de certas características, ou na falta dessas. Até mesmo o estresse pode alterar o DNA e causar atrasos no desenvolvimento. Em adição a isso, o estresse, os poluentes como cigarro e a desnutrição podem também desacelerar o desenvolvimento físico e cognitivo de crianças.

Desordens

O desenvolvimento físico não está relacionado apenas às características superficiais, mas também ao crescimento cerebral e à saúde dos órgãos internos. Muitas vezes, os pais inadvertidamente transmitem genes para seus filhos através do DNA que podem contribuir para desordens do desenvolvimento físico. Desordens genéticas são responsáveis por paralisia cerebral, espinha bífida e fibrose cística, assim como uma ampla variedade de incapacidades físicas. Em casos de desordens de nascimento ou hereditárias, o gene pode ser proveniente de um ou de ambos os pais. Algumas desordens requerem que ambos os pais possuam o gene.

Características

Estudos têm mostrado uma ligação hereditária entre a capacidade esportiva, a habilidade musical e a capacidade cognitiva. Existe um componente de DNA que determina a capacidade de um indivíduo para se desenvolver em uma determinada área. Apesar dessas características serem determinadas até certo grau pelos genes, o ambiente também é um determinante no processo de crescimento físico. Em adição, a motivação, a determinação, a nutrição e o treinamento têm um papel no desenvolvimento em áreas específicas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível