Fatos sobre a papoula do Himalaia

Escrito por juniper russo | Traduzido por lucas de barros
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatos sobre a papoula do Himalaia
A papoula azul é uma espécie de planta oriunda do Tibete (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)

A papoula do Himalaia, também chamada de papoula azul tibetana, é uma planta ornamental popular, originária das montanhas frias do sudeste do Tibete. Dependendo da região e do clima, pode ser um desafio cultivá-la.

Outras pessoas estão lendo

Nome científico

No mundo científico, a papoula azul é chamada de Meconopsis betonicifolia ou Meconopsis baileyi.

Padrões de crescimento

Ao contrário da maioria dos membros do gênero Meconopsis, a papoula azul segue um padrão de crescimento perene: voltando a crescer a cada ano.

Clima

Devido ao fato da papoula azul ser endêmica em regiões frias e montanhosas, ela não cresce bem em climas quentes. A Escandinávia, as Ilhas Britânicas e as regiões do nordeste dos Estados Unidos são áreas ideais para seu cultivo.

Condições do solo

A papoula do Himalaia exige um solo rico em nutrientes com uma textura argilosa rica em húmus. O solo deve ser moderadamente ácido, mas a planta não tolera a adição de cal.

Coloração

Como o nome indica, as papoulas azuis tibetanas são conhecidas por sua rica cor azul. Os tons da coloração são mais intensos quando a planta é cultivada em solo turfoso ácido.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível