Como fazer um filtro dos sonhos

Escrito por paula haefeli Google
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer um filtro dos sonhos
O filtro dos sonhos nasceu da crença xamanista no "círculo da vida" (Kerstin Waurick/iStock/Getty Images)

Segundo a crença xamanista, uma corrente espiritual ligada à natureza, o Universo é totalmente interligado e tecido como uma teia de aranha, gerando um "círculo da vida", em forma de mandala. O filtro dos sonhos, também conhecido como "dreamcatcher" ("apanhador de sonhos", em português), seria a representação física do círculo da vida e de todos os elementos conectados entre si. Para os xamãs, o filtro dos sonhos é um instrumento não apenas decorativo, mas também protetor dos bons pensamentos e bons sonhos. Ele deve ser colocado em uma janela perto da cama, para que, durante a noite, os sonhos passem por dentro do círculo, filtrando-os e, ao amanhecer, o sol leve embora os sonhos ruins. Aprenda a fazer um filtro dos sonhos.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Tesoura
  • Cola branca ou cola quente
  • Bastidor de madeira redondo para crochê, aro de bambu ou cipó
  • Fio encerado, linha de crochê, barbante (cru ou colorido) ou palha da costa
  • Penas
  • Miçangas

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Antes de começar, escolha o material a ser utilizado. Os fios podem ser tanto naturais quanto sintéticos, coloridos ou crus, mais grossos ou finos. As penas ou miçangas podem também ser coloridas ou naturais. Já a base do filtro pode ser um simples bastidor de madeira, um galho de cipó redondo ou mesmo um aro de bambu. O resultado dependerá da estética que você deseja para seu filtro: mais rústico ou sofisticado.

  2. 2

    Comece a cobrir a base do filtro dos sonhos com a linha ou barbante da sua preferência. Dê um nó onde você começará a enrolar o fio e coloque um pingo de cola, para que ele fique bem preso. Passe a linha ao redor de todo o bastidor, até revestir completamente a madeira. Dê outro nó e faça uma alça para poder pendurar o filtro. Em seguida, cole a ponta para não soltar.

  3. 3

    Para fazer a teia do meio, corte de quatro a cinco metros de fio. Amarre a ponta na parte superior do bastidor e comece a tecer. Dê voltas com o fio em torno do aro, criando elos de mais ou menos a mesma distância (calcule mais ou menos 5 cm por cada elo). A linha deve ficar um pouco solta: para garantir, seu dedo deve passar com facilidade entre a linha e o bastidos. Complete a volta, até os elos encontrarem a ponta que você amarrou. Deixe mais ou menos 1 cm de espaço entre o último elo e o nó inicial. Para dar certo, deve haver um número ímpar de elos nesta primeira etapa.

  4. 4

    Para fazer as outras camadas da teia, passe a linha por dentro dos elos que se formaram, sempre usando o meio de cada elo da primeira camada como ponto de criação do elo seguinte. Faça os elos sempre passando a linha por trás da camada anterior. Continue tecendo até chegar ao meio. Ao chegar no ponto em que o círculo do meio está do tamanho e do formato desejado, dê um nó e passe um pingo de cola. É importante deixar o círculo central sem nenhum nó, já que é por ele que os sonhos são filtrados.

  5. 5

    Se quiser embelezar ainda mais seu filtro dos sonhos, adicione pedrinhas, miçangas ou penas penduradas com os restos da corda. Você pode ainda fazer filtros dos sonhos menores, com bastidores ou cipós pequenos, e pendurá-los no filtro maior, formando um móbile.

Dicas & Advertências

  • Para adicionar miçangas ao longo da teia, basta passá-las por dentro do fio enquanto você está tecendo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível