Como funciona uma cadeira de gravidade zero?

Escrito por tyler lacoma | Traduzido por davidson g o fatima
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funciona uma cadeira de gravidade zero?
cadeira de gravidade zero (Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

Gravidade zero

Cadeiras de gravidade zero não, é claro, reduzem a força da gravidade sobre o corpo. No entanto, o seu nome é derivado das cadeiras que astronautas usam frequentemente quando deixam a atmosfera. A força necessária para impulsionar uma nave espacial para fora da força da gravidade da Terra é considerável e exerce uma grande quantidade de pressão sobre os órgãos do astronauta. Para mitigar esta força multiplicada de gravidade, os engenheiros projetaram assentos para serem reclinados, virados para cima em relação à terra, a fim de espalhar a força da gravidade tanto quanto possível através do corpo do astronauta.

Deslocamento de cadeiras de gravidade

Esta mesma ideia, eventualmente, inspirou a cadeira de gravidade zero, que é um tipo de cadeira reclinável, que procura dispersar o peso de uma pessoa, tanto quanto possível. Geralmente, estas cadeiras começam em uma posição vertical e, em seguida, inclinam para trás, até se atingir o ápice, em que o peso da pessoa é deslocado através de todos os pontos de apoio em toda a cadeira. Algumas destas cadeiras funcionam remotamente e empregam motores eletrônicos para posicionar a cadeira corretamente. Outras simplesmente inclinam para trás manualmente até um certo ponto. Com estofamento suficiente e uma avaliação precisa do peso da pessoa e do ângulo de deslocamento necessário, estas cadeiras tentam replicar uma sensação de "peso" ou "flutuação".

Outras considerações

Muitas cadeiras de gravidade zero são focadas em torno de elementos de massagem, onde os usuários são massageados por um sistema de vibração em sua posição de "peso". A posição é projetada para relaxar o corpo e permitir que os elementos de massagem tenham um impacto mais profundo sobre os músculos humanos. A circulação também deve ser melhorada.

Naturalmente, as cadeiras de gravidade zero têm limitações. Precisavam de espaço para se inclinar e não podiam tomar o lugar de cadeiras mais úteis em mesas ou em salas de estar. Muitas pessoas optam por ter simples cadeiras de gravidade zero em seus pátios ou varandas. As versões mais avançadas são usadas com mais frequência nos consultórios e spas. Algumas versões domiciliares estão disponíveis com enchimento inflável que pode ser ajustado para maior conforto.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível