Mais
×

Infecções por estafilococos em bebês

As bactérias estafilococos podem ser encontradas praticamente em qualquer lugar e estão, geralmente, na superfície da pele de pessoas saudáveis. Os estafilococos podem causar uma variedade de infecções em bebés, que vão desde suaves infecções de pele até a potencialmente fatal síndrome do choque tóxico.

A síndrome do choque tóxico pode ser fatal (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Causas

As infecções por estafilococos em bebés são causadas por bactérias que entram pela pele ou por outra abertura do corpo.

Tipos

De acordo com o Dr. Alan Greene, as infecções por estafilococos, que afetam a pele em bebês, podem incluir o impetigo, a conjuntivite, furúnculos, terçol, infecções na unha e feridas. As infecções por estafilococos também podem resultar em infecções de ouvido, garganta e nariz. Podem, também, infectar os gânglios linfáticos e o sangue, levando a infecções adicionais, como infecção dos ossos, artrite infecciosa, meningite e a pneumonia.

Tratamento

O tratamento da infecção geralmente inclui antibióticos via oral, colírios para os olhos e cremes, dependendo do tipo de infecção. O Dr. Greene afirma que os pediatras examinam cuidadosamente a infecção, antes da administração de antibióticos, para garantir o melhor tratamento, pois muitos tipos dessas bactérias são altamente resistentes ao tratamento com antibióticos.

Prevenção/Solução

As infecções por estafilococos são contagiosas e passam através do contato humano. Previna infecções em seu bebê, lavando regularmente as mãos ao longo do dia.

Considerações

O Dr. Greene também afirma que as infecções tendem a afetar os bebês que sofrem de condições crônicas subjacentes, como diabetes ou que tenham próteses, como articulações ou membros artificiais, cateteres e derivados.

Equívocos

Os estafilococos também podem causar intoxicação alimentar em bebês. A intoxicação alimentar pode ocasionar, repentinamente, vômitos severos, diarreia e desidratação.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article