Como usar um lensômetro analógico

Escrito por allan robinson | Traduzido por fernanda de assis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como usar um lensômetro analógico
O lensômetro é muito semelhante ao microscópio e sua operação também é muito parecida (Comstock/Comstock/Getty Images)

O lensômetro mede as propriedades ópticas das lentes de óculos e pode também ser chamado de focômetro. É um instrumento oftálmico que é mais frequentemente usado para garantir que as lentes de um óculos sejam feitas de acordo com a prescrição. Um lensômetro analógico pode fornecer os parâmetros básicos de uma lente, incluindo as curvaturas esféricas, cilíndricas e de eixo. No entanto, lensômetros analógicos requerem que dois tambores, ou botões, giratórios sejam ajustados ao mesmo tempo, de modo que o operador deva ter boa visão e coordenação do olho e da mão.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Lensômetro analógico
  • Lentes com prescrição
  • Papel e lápis para anotar os valores prescritos

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Coloque uma das lentes dos óculos na plataforma de observação do lensômetro analógico. Ambas as lentes devem estar alinhadas com a parte inferior da plataforma e as lentes de visualização do lensômetro devem ser centradas no centro óptico da lente. Fixe as lentes no lugar com a cinta do lensômetro.

  2. 2

    Determine o valor da lente esférica. Gire o eixo e os botões de foco até que as linhas finas no visor estejam paralelas e em foco. Leia a medição no botão de foco para obter o valor esférico da lente. Lensômetros analógicos tipicamente medem valores para a dioptria mais próxima.

  3. 3

    Meça o valor cilíndrico da lente. Gire o botão de focagem para colocar as linhas mais grossas, que são perpendiculares às linhas finas, em foco. Subtraia a medição presente no botão de foco do valor da leitura anterior, obtido no Passo 2. Registre essa diferença como o valor cilíndrico da lente, certificando-se de incluir o sinal.

  4. 4

    Registe o valor do eixo da lente. Essa é a medição do seletor de eixo atual. Os valores esférico, cilíndrico e de eixo proporcionam a curvatura completa da parte principal da lente.

  5. 5

    Calcule o valor total das lentes bifocais. Centralize as lentes de observação do lensômetro sobre a parte bifocal da lente. Ajuste o botão de foco mais uma vez para trazer as linhas grossas de volta ao foco e subtraia a leitura atual da leitura anterior. Essa diferença é o valor total das lentes bifocais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível