Medicamentos anticonvulsivos para cães

Escrito por maya walker | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Medicamentos anticonvulsivos para cães
Um veterinário pode recomendar algumas ações para tratar as convulsões (pair of brown dogs image by Janet Wall from Fotolia.com)

Convulsões em cães podem ser controladas com o uso de medicamentos. Os cães podem ter convulsões como resultado de epilepsia, tumores cerebrais e defeitos congênitos. O veterinário do seu cão pode determinar o melhor tratamento para controlá-las. Embora a ocorrência delas possa não cessar inteiramente, a medicação pode ajudar a diminuir a frequência e a severidade.

Outras pessoas estão lendo

Fenobarbital

O fenobarbital é geralmente a primeira escolha dos veterinários para tratar convulsões em cães. De acordo com o Dr. R.M. Clemmons, da Universidade da Flórida, o fenobarbital é seguro e faz efeito imediatamente. Alguns cães podem ter disfunções do fígado ao usar o medicamento, mas diminuir a dosagem costuma eliminar quaisquer efeitos colaterais. O veterinário pode fazer exames para determinar se a dosagem deve ser aumentada, diminuída ou eliminada. O fenobarbital é considerado uma opção de tratamento a longo prazo.

Brometo de potássio

O brometo de potássio é usado com frequência em conjunto com o fenobarbital para tratar convulsões em cães. O medicamento raramente é dado como um tratamento inicial para convulsões devido ao tempo que ele leva para fazer efeito: até quatro meses. Geralmente dado à noite, ele é combinado uma vez por dia com uma dose de fenobarbital. Devido ao sabor do medicamento, você terá que misturá-lo na comida. O veterinário poderá fazer exames para monitorar os efeitos do uso do brometo de potássio no seu cão.

Diazepam

O Diazepam é usado para tratar ataques de convulsão em cães. Estes ataques são convulsões múltiplas que duram cerca de 24 horas. Diferente do fenobarbital e do brometo de potássio, o Diazepam não é usado para controlar as convulsões por um longo períod de tempo. Ele perde seu efeito depois de algumas semanas. É comumente usado como um tratamento emergencial quando o cão sofre uma convulsão como resultado de um envenenamento ou intoxicação. O medicamento não deve ser administrado sem consultar um veterinário antes.

Efeitos colaterais comuns

Os efeitos colaterais comuns de medicamentos anticonvulsivos em cães incluem letargia, depressão e ansiedade. Os medicamentos também pode aumentar a sede e a urina em alguns cães. A maioria dos efeitos desaparecem sem nenhum tratamento. Se seu cão continuar a sofrer os efeitos colaterais depois de duas semanas, consulte seu veterinário por opções de tratamento. Ele pode recomendar o uso de outro medicamento ou mudar a dosagem. Não mude a dosagem sem consultá-lo antes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível