A melhor forma de nariz para projetar seu foguete

Escrito por sean morales | Traduzido por bruno queiroz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A melhor forma de nariz para projetar seu foguete
Projetar foguetes é uma maneira divertida e eficiente para aprender sobre aerodinâmica (George Marks/Retrofile/Getty Images)

Foguetes feito com garrafa d'água é um projeto conhecido para ensinar as crianças diferentes aspectos da aerodinâmica. Os alunos gostam da liberdade para construir e testar seus próprios foguetes, ao invés de aprenderem estritamente pelo livro. O nariz do foguete é um dos aspectos mais importantes do projeto e é um fator determinante para que o voo seja bem realizado. As formas parabólicas, de ogiva, cônica e elíptica são os quatro tipos mais comuns para se projetar o nariz. Cada design tem seu positivo e negativo.

Outras pessoas estão lendo

Forma parabólica

Esse modelo é identificado pela sua forma arredondada. É o mais eficaz para aviões que voam a velocidades abaixo da do som, como é o caso de aviões comerciais e domésticos.

Forma de ogiva

Essa forma é a segunda mais famosa das quatro. Apesar de ser a segunda menos efetiva das demais, é um dos projetos mais populares para esse tipo de foguete. Se estiver planejando fazer seu foguete igual aos foguetes e mísseis militares, será essa forma que deverá escolher.

Forma cônica

Esse modelo possui uma ponta afiada. Ele é o mais eficiente em se tratando de foguetes profissionais, porém é o menos eficaz dos quatro modelos para foguete de garrafa d'água, mas ainda sim é usado ​​por causa de sua semelhança com os foguetes de alta potência mostrados na televisão e cinema.

Forma elíptica

Essa forma é a segunda mais arredondada e mais eficiente em relação às outras quatro. Ela, quando vista de lado, é a que possui maior semelhança com uma parábola de gráficos matemáticos, mas não deverá ser confundida com a forma parabólica.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível