Como óleos essenciais podem ser usados em tratamentos faciais?

Escrito por mario calhoun | Traduzido por ricardo castiglioni
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Óleos essenciais são extratos concentrados que vêm da destilação de plantas e flores. Geralmente claros e inodoros, esses líquidos são usados para fornecer umidade e alívio para muitas doenças de pele. Ricos em nutrientes e vitaminas, os óleos essenciais podem ser usados para condicionar o cabelo e a pele, bem como cozinhar. Como uma alternativa para os hidratantes e os produtos de limpeza facial de marca, esses óleos são geralmente seguros de usar para tratar doenças de pele suaves, como secura e pele danificada pelo sol. Se você tiver alguma alergia, contate o médico antes de usar o óleo essencial.

Outras pessoas estão lendo

História

Óleos essenciais têm sido utilizados ao longo da história por todos, desde os egípcios aos chineses para fins curativos, aromáticos e terapêuticos. Eles são usados na aromaterapia, para proporcionar bem-estar físico e psicológico. Ele é geralmente aquecido em um queimador de óleo que dispersa a fragrância no ar. Hoje é parte integral da medicina ayurvédica, também conhecida como medicina alternativa. A ayurveda usa óleos essenciais para curar o corpo e é uma fonte de energia para os chacras, que são as rodas que fornecem energia para diferentes partes do corpo. Óleos essenciais realçam os chacras, que fornecem energia adicional para o corpo.

Tipos

Dos muitos óleos essenciais disponíveis, existem seis que são amplamente utilizados em cremes e produtos de limpeza faciais. Esses óleos são: jojoba, lanolina, amêndoa doce, azeitona, castor e semente de uva. Muitos desses óleos contêm vitamina E, que é o ingrediente principal para cuidados com cabelo e pele. A vitamina E ajuda a pele, fornecendo o alfa-tocoferol, um nutriente que ajuda os carotenoides a combater os radicais livres. Os radicais livres são criados quando as conexões químicas estão fracas no corpo. Se radicais livres suficientes são formados inicia-se uma reação em cadeia, que resulta em dano celular extenso. Para ajudar a abrandar e parar esse processo, os carotenoides combatem os radicais livres e promovem a reparação celular, que pode melhorar a pele danificada pelo sol. Amêndoa doce, jojoba, abacate e azeite contém vitamina E e trabalham para condicionar a pele. Óleo de amêndoa doce contém a maioria dos nutrientes, pois tem as vitaminas A, B1, B6, B2 e E.

Funções dos óleos de amêndoa, azeitona e abacate

O óleo de amêndoa doce é ideal para aliviar a pele seca e pruriginosa, pois possui vitaminas essenciais para fornecer umidade sem acúmulo. Como um hidratante de pele fornece até 24 mg de vitamina E, quando aplicado depois de lavar o rosto. Para usar, massageie uma quantidade do tamanho de uma moeda de dez centavos de óleo no rosto. O azeite de oliva pode ser usado como um limpador facial massageando uma quantidade do tamanho de uma moeda de dez centavos no rosto, seguido por uma toalhinha quente sobre o rosto até que o pano esfrie. Depois que esfriar, remova suavemente o óleo do rosto e aplique um hidratante leve. O óleo de abacate é útil como um hidratante para pele sensível, pois fornece umidade rica com ingredientes de vitaminas K, D, B1 e B2 e é útil para pessoas com pele envelhecida ou ressecada.

Funções dos óleos de semente de uva, jojoba, lanolina e rícino

Os óleos de semente de uva e jojoba são benéficos, pois têm propriedades anti-inflamatórias, fornecem umidade e melhoram da acne. O óleo de semente de uva também age como um esfoliante para remover células mortas da pele. Para usar, lave o rosto com um limpador suave e massageie uma quantidade do tamanho de uma moeda de dez centavos no rosto. Quando aplicado em uma bola de algodão ou pano limpo, o óleo de jojoba pode ser usado para remover a maquiagem. Óleo de lanolina é um óleo essencial espesso que deve ser usado com moderação e é melhor usado para tratar queimaduras, aplicando uma camada fina sobre a pele afetada. Quando usado sozinho, o óleo de rícino pode secar o rosto. O óleo de rícino amacia a pele e tem propriedades anti-inflamatórias, mas sua alta potência significa que você precisa diluí-lo em outro óleo. O azeite de oliva pode ser misturado com óleo de rícino para reduzir a potência.

Equívocos e efeitos colaterais

Embora sejam chamados de óleos essenciais, eles não obstruem os poros ou causam erupções de acne. Muitos óleos essenciais não são pesados para o rosto e restauram a umidade sem dar ao rosto uma sensação gordurosa. Os óleos essenciais são naturais, mas podem causar efeitos secundários, se acontecer da pessoa ser alérgica aos ingredientes nos óleos. Alguns óleos essenciais puros, aqueles que não foram diluídos, podem causar irritação. Se você desenvolver qualquer reação alérgica ao usá-los, interrompa o uso e consulte o médico ou dermatologista para um teste de alergia. Os óleos essenciais têm propriedades curativas, mas não devem ser usados para tratar doenças graves.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível