Como fazer uma "piscina-aquário"

Escrito por seth zawila | Traduzido por raissa junker
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer uma "piscina-aquário"
Criando uma "piscina-aquário" (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Proprietários com frequência olham para suas piscinas como uma inspiração para criar algo diferente. Apesar do que muitos pensam ser um processo irreversível, a transformação de sua piscina pode ser feita com um pouco de determinação, trabalho braçal e conhecimento. Apesar dos desafios, ter sua própria “piscina-aquário” pode ser uma experiência inigualável, trazendo muitas recompensas visuais.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Kit de teste de cloro
  • Vara de pescar
  • Rede de pesca

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Suspenda todas as limpezas de sua piscina desligando todas as máquinas, e também suspenda o uso de agentes químicos na mesma. Deixe sua piscina ficar desta forma por um mês, tendo assim uma água sem cloro que se assemelha à água de uma lagoa. O fato de a piscina perder o cloro vai acontecer naturalmente, porque como uma molécula química, o cloro se finda com o tempo. Teste o nível de cloro de sua piscina com o seu kit de teste até que esteja a 1/1000 (ou você pode testar qualquer água de lagoa local e comparar esse valor).

  2. 2

    Pegue as iscas de peixes (“bluegills”, “sunfish”, poleiro) em um lago ou rio de água doce nas proximidades (tenha certeza de que você está pegando em um “pesque-pague” onde se pode levar os produtos) e coloque-as em sua piscina. O maior problema que a mesma pode enfrentar neste processo é tornar-se coberta por detritos e larvas de mosquito. Porém, será necessário para as iscas de peixe, pois ao introduzi-las na piscina, consumirão as larvas de mosquito e criarão um ecossistema naturalmente equilibrado.

  3. 3

    Monitore sua piscina até que já não se vejam grandes massas de larvas de mosquito em sua superfície. Seu próximo passo é pegar um bagre (ou peixe-gato) e introduzi-lo em sua piscina para limpar os detritos que se encontram no fundo, acumulados por causa das fezes das iscas de peixe. Quanto ao produto ao longo do fundo de sua piscina, pode-se adicionar toda a gama de substratos: areia, lama e por último as pedras, já que a piscina não precisará ser filtrada. Adicionar plantas aquáticas enraizadas compradas em lojas também pode melhorar a aparência da piscina.

  4. 4

    Introduza o peixe-gato e a isca de peixe regularmente, até que sua piscina seja capaz de estabelecer um equilíbrio natural com detritos, larvas de mosquito e fezes de peixe. Quando isto acontecer, sua piscina estará pronta para receber outros tipos de peixes de água doce de sua escolha. Para reverter todo esse processo e voltar a possuir uma piscina convencional, drene-a até que nela reste apenas uma pequena quantidade de água, para poder capturar os peixes com uma rede. Após a remoção dos peixes, introduza o cloro. Conforme o tempo passa, a piscina poderá voltar ao seu estado original em torno de uma semana.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível