Pode-se cultivar rosas em vasos?

Escrito por jenny harrington Google | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Pode-se cultivar rosas em vasos?
Cultive rosas em vasos em vez de canteiros (rose with drops image by Vladimir Kirienko from Fotolia.com)

O cultivo de roseiras coloridas em vasos lhe dá mais opções para a decoração do seu jardim. Nas áreas onde os canteiros não estão satisfatórios, cultive rosas ou então mude a disposição das floreiras ao longo do verão para dar outro visual aos arranjos de seu jardim. Os vasos de rosas também podem ser dispostos acima do chão para permitir que você as cuide em pé, sentada ou em cadeira de rodas. Quase todas as variedades de rosas crescem bem em vasos, desde que plantadas corretamente e recebam cuidados suficientes.

Outras pessoas estão lendo

Escolha de floreiras

Pode-se usar quase qualquer tipo de floreira para uma roseira -- de plástico, barro, madeira, fibra de vidro leve ou resina. A floreira deve ter furos para drenagem no fundo, assim a terra não fica encharcada. Seu tamanho dependerá da variedade e tamanho da roseira. As grandes rosas-chá híbridas, de exuberante floração, se dão melhor em jardineiras de cerca de 57 litros. Já os tipos menores podem ser cultivadas em floreiras de apenas 38 litros. Cultive rosas em miniatura em floreiras de 19 litros ou em cestos pendentes.

Substrato vegetal e fertilizante

As rosas precisam de um substrato que permaneça úmido sem ficar encharcado. Use um substrato comercial que contenha vermiculita ou perlita ou faça o seu próprio. Uma mistura com 30 por cento de perlita, 30 por cento de compostagem e 40 por cento de terra vegetal proporciona as capacidades de retenção de umidade e aeração que as rosas precisam. Seja qual for o tipo de substrato vegetal, elas vão precisar de fertilizante. Adicione um fertilizante superfosfato ao substrato vegetal para promover o desenvolvimento da raiz; em vasos grandes, ponha até um quarto de xícara do fertilizante e uma colher de sopa nos menores. Pode-se ainda adicionar um fertilizante de liberação lenta ao plantar, mas dentro de dois meses será necessário iniciar um fertilizante solúvel, pois os nutrientes são usados desde a fertilização inicial.

Variedades de rosas

Escolha variedades de rosas cujo crescimento seja menor. As rosas de árvore, que são uma variedade regular de rosa enxertada em um tronco, também se desenvolvem bem em floreiras, da mesma forma que as rosas em miniatura. As rosas de árvore são mais propensas a sofrer danos no inverno, assim os vasos devem ser deslocados para uma área protegida antes da primeira geada forte de outono. As variedades menores de rosas e as rosas-chá híbridas também vicejam em vasos, mas, se crescerem demais, precisam ser replantadas.

Considerações de cuidados

Sejam cultivadas em vasos ou em canteiros, as rosas preferem a luz do sol. As floreiras ressecam-se rapidamente, podendo ser necessário regar as roseiras diariamente. Verifique a terra e a água da planta caso note algum ressecamento em cerca de 2,5 cm da parte superior. Regar com frequência retira depressa o fertilizante do substrato, portanto aplique semanalmente um fertilizante solúvel para rosas a uma concentração de quatro vezes. Faça a poda no inverno, enquanto as rosas ainda estão em estado de dormência, e remova os galhos mortos. Além disso, corte a planta até a metade de sua altura. No inverno, mude os vasos de rosas para um local aquecido para proteção.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível