×
Loading ...

O primeiro emprego de ricos e famosos

Getty Images

Introdução

Cabelos e sorrisos com muito brilho e um olhar de soberba que reflete dinheiro. Quem vê tudo isso pensa que ricos e famosos nasceram em um mundo cheio de privilégios. Na realidade, muitas celebridades vieram de um mundo normal, onde trabalhos de verão pouco remunerados e uniformes cafonas eram parte de suas vidas cotidianas.

Joe Kohen/Getty Images Entertainment/Getty Images

Stephen King

O maestro do horror Stephen King começou de baixo, ganhando um salário como zelador em uma escola para meninas. Apesar da distância criativa entre escrita e limpeza, King diz que esse trabalho foi sua inspiração para escrever o clássico conto de terror "Carrie", onde uma colegial sofre bullying intenso e causa estragos em seus colegas.

Ben Pruchnie/Getty Images Entertainment/Getty Images

Agyness Dean

Alta, magra e bela, Agyness Dean costumava trabalhar em uma lanchonete antes de chegar ao mundo da moda. Não se sabe se ela ainda volta ao seu antigo local de trabalho em Lancashire, pois modelos são proibidas de comer batatas fritas e quase tudo o que é gostoso.

Dimitrios Kambouris/Getty Images Entertainment/Getty Images

Amy Adams

A linda atriz ruiva Amy Adams também teve sua temporada de garçonete quando era adolescente, mas em um emprego mais glamouroso do que o de Agyness. Quando tinha 18 aninhos, a agora comportada atriz trabalhou na infame cadeia de restaurantes Hooters, onde uma das principais qualificações para o trabalho é preencher a parte superior de seu uniforme.

Kevin Winter/Getty Images Entertainment/Getty Images

Quentin Tarantino

Alguns adolescentes conseguem os melhores empregos de meio-período do mundo e o aloprado do cinema, Quentin Tarantino, pensava que tinha ganhado na loteria quando começou a trabalhar como lanterninha em um cinema. Infelizmente, o cinema exibia filmes adultos e o tipo de produções não combinava com os padrões de Quentin. Foi assim que ele decidiu dedicar sua vida a fazer filmes que ele gostasse.

Andreas Rentz/Getty Images Entertainment/Getty Images

Gerard Butler

Charmoso, sexy e desarrumado, o ator escocês Gerard Butler parece perfeito para o mundo de egos de Hollywood, mas na verdade ele estudou para ser advogado. O salto para os filmes ocorreu após ser demitido de seu primeiro emprego por ser um advogado terrível e, provavelmente, porque ficaram com ciúmes de sua capacidade de atrair as mulheres.

Dave Kotinsky/Getty Images Entertainment/Getty Images

Simon Cowell

O midas dos shows de talentos Simon Cowell começou ganhando alguns centavos como mensageiro em um estúdio da gravadora EMI. Ele separava e levava mensagens aos vários executivos altamente remunerados em seus agradáveis e amplos escritórios. Muita ambição e um olho afiado para o talento ajudaram Cowell a subir ao topo máximo da carreira. Talvez as lembranças de seu primeiro trabalho façam com que ele tenha uma simpatia especial pelos jovens que estão tentando chegar ao sucesso.

Kevin Winter/Getty Images Entertainment/Getty Images

Steven Spielberg

Antes de deixar sua marca como um dos diretores mais respeitados (e rentáveis) de todos os tempos, Steven Spielberg costumava trabalhar na agricultura, manipulando produtos químicos e pulverizando pesticidas em árvores frutíferas. Quem sabe foi a inalação desses produtos químicos que lhe deu superpoderes como diretor e criatividade para produzir obras-primas como Tubarão, Indiana Jones e O resgate do soldado Ryan.

Stephen Lovekin/Getty Images Entertainment/Getty Images

Madonna

A americana que está quase virando cidadã britânica, Madonna se tornou uma superstar muito cedo na vida, mas suas tendências de diva fizeram com que ela fosse demitida de seu trabalho em uma franquia do Dunkin Donuts. Talvez tenha sido porque ela se divertia mais espirrando os recheios dos donuts nas pessoas que nos donuts.