Procedimento cirúrgico para osteomielite

Escrito por david harris | Traduzido por fellipe jardim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Procedimento cirúrgico para osteomielite
Exames de raios X podem não detectar a osteomielite (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

A osteomielite, também conhecida como uma infecção óssea, é mais comumente encontrada nos ossos dos braços, pernas, coluna e pélvis. Ela pode aparecer em formas aguda ou crônica e, embora se tenha acreditado durante anos que a osteomielite era incurável, avanços na medicina tornaram a condição tratável. Entretanto, é importante procurar tratamento adequado, uma vez que a osteomielite pode destruir os ossos se não for bem cuidada.

Outras pessoas estão lendo

Sintomas

Os sintomas dependerão se a osteomielite é aguda ou crônica. Na forma aguda, mais comum em crianças, normalmente ela começa com uma febre súbita. Haverá dor na zona infectada e será notado que a mesma se tornou quente, vermelha e inchada. Crianças com osteomielite, principalmente, se sentirão cansadas e irritadas. Na forma crônica da doença, será exibida a mesma dor e vermelhidão, mas uma fadiga crônica também é muito comum. Haverá também uma ferida aberta agora quando a infecção estiver drenando pus. Uma vez que a osteomielite pode compartilhar sintomas de muitas outras doenças, ela pode ser difícil de diagnosticar.

Diagnóstico

O médico precisará realizar um exame físico e, caso suspeite de osteomielite, poderá pedir vários testes. Um exame de sangue não pode diagnosticar a doença, mas um nível elevado de glóbulos brancos alertará o médico de que ele está lutando contra uma infecção. Um exame de raio X pode revelar a extensão dos danos ósseos, mas, infelizmente, ele não mostra as fases iniciais de osteomielite. Se o exame de raio X não for claro, o médico pode pedir uma tomografia computadorizada ou uma ressonância magnética para uma imagem melhor. Se houver suspeita de osteomielite, o médico pode, então, realizar uma biópsia óssea para testar exatamente o tipo de bactéria que está causando o problema. O médico abrirá o local e removerá um pedaço de osso ou usará uma agulha longa para tirar pedaços do osso.

Cirurgia

Dependendo de qual osso esteja infectado, o médico pode empregar uma ou mais técnicas cirúrgicas. Se ele decidir drenar a área infectada, o médico abrirá a pele ao redor do osso e removerá qualquer pus que tenha sido produzido pela infecção. Ele pode também cortar qualquer osso ou tecido infectado. Normalmente, ele removerá um pouco de osso e tecido saudáveis também para garantir que a doença não se espalhe. Um espaço vazio será criado por esse procedimento e o médico, então, tira pele ou músculo de outra parte do corpo para preencher a lacuna. Pode ser necessário voltar ao médico para fazer um enxerto de tecido ou osso uma vez que a área tenha se curado um pouco mais. Se o local infectado já foi submetido à cirurgia anterior, pode ser necessário também que o médico remova corpos estranhos antigos, tais como parafusos e placas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível