Quais são os chamados peixes de fundo?

Escrito por john lindell | Traduzido por daniela afonso
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são os chamados peixes de fundo?
A carpa pode sobreviver em águas poluídas (carp on Steroids image by Christine from Fotolia.com)

Os peixes norte-americanos que se alimentam no fundo dos lagos, rios e oceanos incluem algumas das espécies mais primitivas existentes atualmente. Esses animais, muitas vezes, possuem adaptações especiais que lhes permitem acessar facilmente os invertebrados, moluscos, peixes, vermes e outros alimentos em potencial no fundo das águas em que vivem. As características anatômicas que tornam isso possível incluem uma boca ventral - o que significa que esta aponta para baixo - e pequenos apêndices da pele, parecidos com bigodes, que ajudam o peixe a tatear por alimentos.

Outras pessoas estão lendo

Esturjões

Esturjão é um tipo antigo, quase pré-histórico, de peixe que se alimenta com o que encontra no fundo das águas. Sua linhagem remonta há 350 milhões de anos. Esturjões vivem na América do Norte, tanto em água salgada quanto em doce, com algumas espécies de oceano, que viajam até os rios para a desova. Eles têm cinco fileiras de placas ósseas dispostas longitudinalmente ao longo do corpo, fazendo-os parecer ter cinco lados. A boca ventral carece de dentes, e apresenta quatro barbos ao seu redor para ajudar a encontrar o alimento no fundo. Entre os tipos de esturjão encontrados em águas americanas estão os do Atlântico; de lago; branco; de focinho curto e de focinho de pá. Enquanto o de focinho de pá tem, em média, 3 kg, o peso do esturjão branco pode exceder 453 kg.

Carpa

As espécies de carpas presentes nos Estados Unidos foram trazidas da Ásia e da Europa. Exceto a carpa capim, um peixe que se alimenta principalmente de vegetação, às vezes se alimentando com o que encontra no fundo das águas, a carpa comum comporta-se bem mais como um peixe de fundo. A espécie comum, um peixe capaz de atingir mais de 22 kg, é onívora, come qualquer alga, inseto, larva de invertebrados e matéria vegetal que encontra no fundo. Esse peixe vive em rios, riachos, lagoas e lagos em toda a América do Norte, e é capaz de sobreviver em águas poluídas. Ele mexe o fundo e, em seguida, usa a boca ventral para agarrar qualquer coisa comestível. Os seus dentes estão na garganta, com alguma semelhança aos molares humanos.

Bagre

Os apêndices longos do bagre lembram os bigodes de um gato, por isso, seu nome em inglês é "catfish" (peixe gato). O bagre também possui espinhos afiados, um na base de cada uma de suas barbatanas laterais e outro na nadadeira superior ou dorsal. Ele possui um grande habitat em todo o continente, vivendo em rios, lagos, lagoas e reservatórios - lugares onde o fundo é lamacento. São variações de bagre: o de canal, de cabeça achatada, azul, marrom cabeçudo e o amarelo. Essa espécie tem uma dieta variada, alimentando-se de larvas de insetos, moluscos, peixes, plantas, caracóis, lagostas e tudo o que ele pode encontrar no fundo.

Sugadores

Os peixes sugadores têm o nome apropriado, pois a boca ventral e carnuda lhes permite sugar alimentos de forma semelhante a um aspirador de pó; seus dentes estão na garganta. As espécies de sugadores na América do Norte incluem o porco sugador do norte, o sugador branco, o azul e o sugador "quillback". Eles geralmente vivem no fluxo de rios e córregos, mas alguns tipos, como o branco, habitam lagos. Sua dieta abrange invertebrados, plantas, moluscos e insetos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível