Quais materiais são utilizados na construção de pirâmides?

Escrito por lee morgan | Traduzido por kelly isayama
Quais materiais são utilizados na construção de pirâmides?
A grande Pirâmide de Giza está entre as estruturas mais famosas do mundo. (great pyramid of giza image by Sammy from Fotolia.com)

Os egípcios antigos eram mestres da arquitetura primitiva e construíram algumas das estruturas mais reconhecidas do mundo. Entre elas estão as Pirâmides de Giza, tumbas triangulares de quatro lados usadas para o abrigo dos restos e destinos dos faraós e outros líderes culturais. As Pirâmides estão de pé há milhares de anos e foram construídas com materiais prontamente disponíveis nas redondezas.

Calcário

O calcário é uma rocha sedimentar composta de calcita, vários outros minerais e areia. Os egípcios usavam calcário para dois propósitos durante a construção das pirâmides. O núcleo delas geralmente era construído com rochas de calcário baixa qualidade, que formavam uma sucessão de blocos menores conforme a estrutura ficava mais alta. O calcário de melhor qualidade era usado na parte externa da pirâmide. Dada a idade delas, o calcário foi uma escolha ideal para a preservação dessas maravilhas arquitetônicas.

Granito rosa

O granito é uma rocha ígnea de grãos grosseiros, feita de feldspato, mica biotita e quartzo. A quantidade e o tipo de feldspato no granito pode determinar sua cor. No Egito, o granito usado para as pirâmides era uma variedade rosa, conhecida como granito rosa.

Essa rocha era utilizada no interior das pirâmides, sendo utilizada esporadicamente e normalmente para a constituição das paredes das tumbas.

Basalto

O basalto é uma rocha ígnea de grãos finos, com coloração cinza escura ou preta. Ele é formado por plagioclásio e piroxênio, sendo normalmente gerado em áreas por onde a lava flui.

O chão das pirâmides normalmente era feito de basalto. As superfícies escuras e suaves compunham um piso atraente. Templos eram outro local comum no Egito Antigo onde o chão era coberto com basalto.

Alabastro

O alabastro é uma variedade, com grãos extremamente finos, de gipsita. Essa rocha decorativa é normalmente branca ou translúcida e ela foi usada amplamente durante a época dos faraós. Depois de um declínio no uso do alabastro no Egito, ele se tornou popular novamente quando Mohamed Ali Basha passou a utilizar esse material para construir a Mesquita de Alabastro, em Cairo, por volta de 1800. Hoje, muitas obras de arte disponíveis no Egito são feitas com essa pedra.

Na construção das pirâmides, o alabastro era usado para enfeitar as paredes das pirâmides e para a construção de esculturas dentro das tumbas.