Quais são os tratamentos para o câncer do rim que se espalhou para os linfonodos?

Escrito por alexis writing | Traduzido por alisson dantas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são os tratamentos para o câncer do rim que se espalhou para os linfonodos?
Imagem microscópica de carcinoma renal (Duncan Smith/Photodisc/Getty Images)

De acordo com a The American Cancer Society (Sociedade Americana do Câncer), o câncer renal é causado por células renais cancerígenas que crescem e formam um tumor. Embora a maioria dos cânceres de rim sejam descobertos antes de se espalharem para outros órgãos, esses tumores podem crescer bastante antes de serem detectados. Alguns sintomas de câncer de rim incluem perda de apetite, perda de peso, fadiga extrema, e anemia. O câncer de rim também pode causar dor óssea e falta de ar. Quando há envolvimento dos linfonodos, o câncer geralmente está no estágio 2 ou 3.

Outras pessoas estão lendo

Disseminação para os linfonodos

Os linfonodos são células do sistema imunológico que têm a forma de um feijão e que ajudam a combater infecções no corpo. De acordo com as análises no site de urologia, os pacientes com os estágios 3 e 4 de câncer devem ser submetidos à cirurgia de dissecação dos linfonodos, que envolve a remoção de vários linfonodos mais próximos dos rins para testar a presença do câncer. Pacientes com linfonodos positivos para o câncer devem ser submetidos a uma cirurgia mais extensa que envolve a remoção de mais linfonodos. O tipo de procedimento depende de quão longe a doença se espalhou.

Com essa cirurgia, os riscos incluem o vazamento de linfa, sangramento e danos aos tecidos próximos. Apesar disso, a cirurgia pode diminuir o risco de recorrência do problema, fornece um teste mais preciso e leva a uma cura em pacientes com doença metastásica, removendo os linfonodos comprometidos. Além dessa cirurgia, a maioria dos pacientes necessita de uma combinação de terapias para tratar o câncer de rim.

Outros tratamentos

Durante qualquer um dos estágios da doença, os pacientes devem receber suporte, tratamento de sintomas, ou cuidados paliativos. Isso pode incluir lidar com os problemas práticos e emocionais dos pacientes, bem como aliviar alguns dos efeitos colaterais da terapia.

Os pacientes também podem se submeter a três tipos de cirurgias de nefrectomia: radical, simples ou parcial. A cirurgia radical é quando todo o rim, a glândula supra-renal, e algum tecido circundante são removidos. A cirurgia simples só remove o rim. Pacientes em estágio 1 podem ter esse procedimento. A cirurgia parcial remove apenas a parte do rim onde o tumor está localizado. Os pacientes com apenas um rim, ou com dois rins com câncer, ou com um tumor de quatro centímetros podem ter esse procedimento.

Detecção precoce

Há quatro estágios do câncer de rim. Na Fase 1, o tumor mede sete centímetros ou menos. Nos estágios 2 e 3, o tumor cresce mais de sete centímetros e/ou cresce perto de linfonodos, glândula suprarrenal, ou vaso sanguíneo principal. No estágio 4, o câncer pode se espalhar para além do tecido em volta da área, dois ou mais linfonodos, ou para outros órgãos, tais como o pâncreas, pulmões ou intestino.

O câncer de rim é mais fácil de tratar antes que ele atinja os linfonodos, por isso a detecção precoce é fundamental. O câncer de rim pode ser detectado por um extenso exame físico, testes, e uma avaliação de seu histórico de saúde. Os testes de urina e de sangue podem detectar sangue na urina e o funcionamento dos seus rins. Outros testes incluem a ressonância magnética e um exame de urografia. Esses exames analisam tecidos moles do corpo e destacam os tumores encontrados em seus rins.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível