Como reconhecer a doença de Alzheimer em cães

Escrito por stevie donald | Traduzido por bruno souza
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como reconhecer a doença de Alzheimer em cães
Cachorros disfunção cognitiva começam a perder a visão e a audição (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

Cães não apresentam a doença de Alzheimer como os seres humanos, mas a disfunção cognitiva canina (DCC) é frequentemente chamada de Alzheimer canino. Muitas vezes, a senilidade afeta os cães da mesma forma que afeta os seres humanos. Os animais começam a perder a visão e a audição, ficam doloridos e têm artrite, além de dormir muito. Eles também podem começar a perder algumas capacidades mentais. Se você observar que o seu cão idoso está agindo de forma confusa ou esquecendo tudo o que havia lhe ensinado, não acredite que ele está sendo desobediente — ele pode ter Alzheimer canina, e existem medicamentos eficazes para que ele fique mais alerta.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Leve seu cão ao veterinário para fazer exames de rotina. Um especialista pode reconhecer os sinais do mal de Alzheimer que talvez você não tenha percebido.

  2. 2

    Peça um exame de urina para descartar uma possível infecção na bexiga, caso você observe sinais de incontinência em seu cão. Se ele estiver saudável, esquecer o treinamento de comportamento recebido pode ser um sinal de disfunção cognitiva.

  3. 3

    Cães com disfunção cognitiva podem andar em direção à uma parede e "esquecer" como se virar de volta ou mesmo não recordarem mais onde as portas da casa estão. Confusão e desorientação no ambiente familiar é um sintoma de DCC.

  4. 4

    Note que mudanças nos padrões de sono, tais como permanecer acordado a noite toda ou dormir o dia ao longo do dia, são sinais comuns de DCC.

  5. 5

    Se o seu cão mais velho às vezes parece não reconhecer você, seus amigos, familiares ou conhecidos, ele pode estar exibindo um sintoma de DCC. Outros sintomas relacionados podem ser reconhecidos quando o cachorro simplesmente vai embora ao ser acariciado, não se levanta para cumprimentá-lo ou não responde a comandos simples ou quando tem o nome chamado.

  6. 6

    Entenda que a DCC pode fazer com que alguns cães mais velhos tornem-se irritáveis, menos pacientes e mais propensos a rosnar ou morder caso sintam-se incomodados.

  7. 7

    Converse com seu veterinário sobre medicamentos que podem ajudar com os sintomas da DCC. Há remédios disponíveis que podem melhorar a agilidade e a qualidade de vida do seu cão, e até mesmo fazê-lo lembrar do seu treinamento novamente.

Dicas & Advertências

  • Cães grandes envelhecem mais rápido e têm vida útil mais curta do animais de pequeno porte. Um poodle toy de dez anos de idade ainda pode ser muito ágil e alerta, mas um grande dinamarquês já é considerado muito velho.
  • Interaja com o seu cão, mesmo que ele pareça menos enérgico. Leve-o para caminhadas curtas se ele aguentá-las, brinque com ele e dê-lhe muito carinho.
  • Não puna ou grite com seu cão por ele ser esquecido. Isso só vai confundi-lo, e ele não está agindo dessa maneira de propósito.
  • Esteja atento a sinais de estresse e irritação, especialmente em torno crianças pequenas e visitantes. Segure seu cão se parecer provável que ele irá agarrar ou morder alguma pessoa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível