Quando uma roseira perde as suas folhas

Escrito por bonnie grant | Traduzido por breno silva
Quando uma roseira perde as suas folhas
As rosas possuem necessidades específicas e as suas folhas caem, caso não sejam atendidas (pink flower of briar-rose bush image by Maria Brzostowska from Fotolia.com)

Rosas crescem em vários habitats, desde em ramos até em arbustos, incluindo as enormes rosas trepadeiras. Rosas precisam de muito cuidado para evitar as pragas e doenças comuns a elas. A queda das folhas pode ser um sintoma de práticas de cultivo ruins, doenças, pragas ou contato com química.

Rasões agrícolas

As rosas gostam de ter os pés secos, o que mostra o nível de umidade ao redor das raízes. Elas não devem ficar úmidas. As raízes alimentadoras periféricas recolhem a água, caso seja necessário. As rosas exigem uma quantidade média de água e é fácil regá-las mais ou menos do que precisam, caso não tenha acesso às especificações corretas de cuidados. Isso estressa a planta e faz as suas folhas caírem. Muito fertilizante, o tipo impróprio de solo e pH também irão estressar a planta. As plantas respondem ao estresse desligando algumas das suas funções até que as condições melhorem.

Contato com produtos químicos

As rosas são suscetíveis a influências externas. “Over spray” é um termo usado quando herbicidas ou pesticidas são pulverizados quando há vento e os produtos caem sobre as plantas que não foram pulverizadas. No caso de herbicidas, a planta não resiste aos produtos químicos. Os efeitos podem variar desde danos sistêmicos a danos visuais e podem causar a queda das folhas da planta. Escoamento tóxico de esgoto, água contaminada e outros perigos ambientais podem também podem causar a desfolha.

Mudança sazonal e de temperatura

Mudança sazonal é um forte motivo para a desfolha. As rosas são transitórias e perdem suas folhas quando as temperaturas caem. Isso geralmente ocorre de maio a junho, dependendo da localização. Rosas precisam de três a quatro meses de temperaturas mais baixas para estimular as flores e para que as folhas cresçam novamente. Esse é um processo natural e pode ocorrer mais cedo, caso existam súbitas temperaturas baixas ou geadas. A folhagem muda de cor para um amarelo dourado antes de cair da planta. As temperaturas extremas também irão provocar a sua queda.

Pestes e doenças

As doenças de roseiras que fazem com que as folhas caiam, muitas vezes, são sinalizadas por manchas, deformação ou outras alterações nas folhas. As rosas são suscetíveis a doenças fúngicas, que podem causar a desfolha. Pragas também são causas comuns desse fenômeno. Algumas folhas mostram sinais de pragas específicas. Folhas caídas que tenham os entalhes retirados são sinal de tesourinhas ou lagartas. A alimentação prolongada de ácaros e pulgões fará com que a folhagem morra por desnutrição e caia. Muitas doenças e pragas podem levar ao desfolhamento da roseira.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível