Sinais e sintomas do Streptococcus B e da meningite

Escrito por sarah valek | Traduzido por lucas martins
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sinais e sintomas do Streptococcus B e da meningite
Mulheres grávidas devem fazer o exame para detectar o GBS (stock.xchng)

Streptococcus do grupo B (GBS), é uma bactéria encontrada em algumas mulheres grávidas que pode causar sepse ou meningite em seu bebê. Todas as mulheres grávidas são incentivadas pelo Centro de Controle de Doenças (CCD) a fazerem o exame de GBS entre a 35ª e a 37ª semana de gestação. Não existem sintomas que indiquem a presença do GBS e uma mulher só sabe se está colonizada, ou seja, se carrega essa bactéria, se o exame for positivo.

Outras pessoas estão lendo

Significância

Muitos adultos tem alguma quantidade de GBS em seu sistema e isso é normal. A preocupação vem quando se trata de mulheres grávidas que tem esse micro-organismo pois ele pode ser passado para seus bebês e resultar em uma meningite na infância ou outras doenças sérias. Se uma mulher está grávida e o exame deu positivo, seu médico deve recomendar antibióticos administrados por via endovenosa durante o parto para diminuir a chance de passar o GBS para a criança. Já uma parteira pode recomendar alguma erva ou remédios homeopáticos ao invés de antibióticos. O GBS pode ser letal ao recém nascido se alguma coisa que leve a bactéria a invadir a corrente sanguínea da mãe e passar pro feto acontecer durante o parto.

Identificação

O exame para o GBS consiste em coletar secreções da vagina e do reto, que é enviada a um laboratório para análisar os traços da bactéria. Mesmo que o exame dê positivo para GBS, as chances de passá-la para o bebê é rara. Meningite, sepse e pneumonia são as complicações mais comuns que um recém-nascido infectado experiencia, embora essas condições também sejam raras. A meningite é uma inflamação das membranas e uma infecção do revestimento e do fluido que envolve o cérebro. Bebês com meningite podem ter febre, embora mantenham as mãos e os pés frios, recusam alimentos ou vomitam, são letárgicos e irritáveis, têm a pele manchada e pálida, problemas respiratórios, convulsões ou abaulamento da fontanela. De início tardio, o GBS que ocorre de dois dias a um mês após o nascimento, geralmente resulta em meningite infantil. Um em cada oito bebês infectados acabam morrendo. Dos que sobrevivem à meningite, cerca de um terço tem graves problemas de saúde a longo prazo, como perda da visão ou audição e danos pulmonares.

Tamanho

A estimativa é que, entre as mulheres grávidas, cerca de 10 a 30% estão colonizadas com GBS. Uma mulher que não tomou antibióticos e o exame para GBS deu positivo, tem uma chance em 200 de nascer um bebê com a doença. Se ela tomou o antibiótico, as chances são de uma em 4000. O GBS é fatal de 5 a 10% dos recém nascidos infectados.

Tipos

A maioria das pessoas geralmente tem grande quantidade de GBS em seu sistema sem nenhum problema. A bactéria é inofensiva a menos que afete uma pessoa idosa ou alguém com imunidade baixa.

Prevenção e cura

Não há nenhum método que previna completamente o GBS. Todas as mulheres devem ser examinadas para ver se estão colonizadas. Há precauções que alguns profissionais de saúde podem tomar para evitar que o GBS seja transmitido para o bebê.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível