Síndrome da dor regional complexa e mioclonia noturna

Escrito por kelli cooper | Traduzido por luigi bahia
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Síndrome da dor regional complexa e mioclonia noturna
Você já teve a sensação de que caía enquanto dormia? (Thomas Northcut/Photodisc/Getty Images)

Mioclonia noturna são contrações musculares involuntárias que ocorrem na fase entre estar acordado e dormindo, não indicando quaisquer problemas. A síndrome da dor regional complexa (SDRC) é uma condição rara que afeta os braços e pernas e provoca dores e queimação. Ele é classificada tipo um e tipo dois. O tratamento está disponível e a remissão da condição é possível quando tratada precocemente. Estas condições não estão relacionadas.

Outras pessoas estão lendo

Mioclonia noturna

A mioclonia noturna ocorre quando você está em transição da vigília para o sono. Você pode sentir uma contração muscular involuntária em algum lugar em seu corpo, ou ter a famigerada sensação de estar caindo. É mais provável que você tenha essas sensações se tiver padrões de sono irregulares ou for privado de sono por algum tempo. Dormir o suficiente e estabelecer melhores hábitos de sono pode reduzir as ocorrências de mioclonia noturna.

Causas da SDRC

A SDRC tipo 1 ocorre após uma doença ou lesão que não impactou diretamente os nervos, o que compõe 90 por cento dos casos.

O início do tipo 2 no entanto, segue uma lesão nervosa definitiva. As causas mais comuns envolvem trauma contundente ao membro afetado, como um ferimento de bala. Outras possíveis causas incluem cirurgia, ataques cardíacos, infecções e fraturas. A comunidade médica ainda não tem certeza de como estes incidentes desencadeiam a doença.

Sintomas da SDRC

Dor intensa nos braços, pernas, mãos ou pés é o principal sintoma de SDRC. Você também pode experimentar queimação dolorosa, sensibilidade da pele, mudanças na temperatura, cor e textura da pele, rigidez e inchaço nas articulações e diminuição da motilidade na área afetada.

Complicações da SDRC

Quando tratada precocemente, a SDRC pode ser gerida com sucesso. Caso contrário, podem surgir algumas complicações. A perda de massa muscular no membro afetado é possível se a rigidez ou a dor impedirem o movimento regular. Contratura, que envolve aperto grave dos músculos, pode fazer a área afetada travar numa posição fixa. As dores também podem se espalhar para outras partes do corpo.

Tratamento da SDRC

Se você começar o tratamento nos primeiros meses que aparecerem os sintomas, você pode experimentar alívio significativo ou até mesmo remissão da síndrome.

O seu médico pode dar-lhe um ou mais dos seguintes medicamentos usados ​​para tratar esta condição. Certos antidepressivos e medicamentos anticonvulsivantes tratam a dor do nervo incluindo a amitriptilina e gabapentina. Corticosteróides e analgésicos narcóticos também são uma opção. Narcóticos não são adequados se você tem um histórico de abuso de drogas ou problemas pulmonares, uma vez que interferem com a função respiratória. Analgésicos tópicos como lidocaína podem tratar dor e sensibilidade.

Certas terapias podem também proporcionar alívio. Utilizar aplicações quentes e frias podem aliviar a dor e inchaço; escolha o que lhe dê mais alívio. Um fisioterapeuta pode mostrar-lhe exercícios para melhorar a amplitude de movimentos. Seu médico também pode inserir pequenos eletrodos ao longo da medula espinhal. As pequenas correntes elétricas proporcionam alívio da dor.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível