A síndrome metabólica e a perda de cabelo

Escrito por k.c. hernandez Google | Traduzido por cezar rosa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A síndrome metabólica e a perda de cabelo
A perda de cabelo pode ser causada pela síndrome metabólica (Image by Flickr.com, courtesy of Kevin Dooley)

A síndrome metabólica, anteriormente chamada de síndrome X, é conhecida por causar calvície. O principal fator da doença, a resistência à insulina, pode levar a doenças crônicas que ameaçam a vida, bem como à perda de cabelo.

Outras pessoas estão lendo

Síndrome metabólica

Também conhecida por sua resistência à insulina, a síndrome metabólica é um grupo de doenças, das quais se inclui a obesidade, que conduz a doenças crônicas, como por exemplo a diabetes. Quando a insulina do corpo não pode converter o açúcar dos alimentos em energia e o sangue tem níveis elevados de açúcar, diz-se que a pessoa é resistente à insulina.

Alopecia

Alopecia refere-se à calvície e perda de cabelo no couro cabeludo e/ou corpo. Existem diferentes tipos de alopecia, dependendo da área de perda de cabelo, da quantidade e da causa.

Conexão

Muita testosterona, um hormônio responsável pelas características masculinas, resulta em perda de cabelo em mulheres. A resistência à insulina cria um ciclo vicioso que conduz ao excesso de testosterona, e esse excesso promove a resistência à insulina, de acordo com o site WellnessAlternatives.com.

Pesquisa

A perda de cabelo precoce nos homens tem sido suspeita de ter ligações com a resistência à insulina, de acordo com o site StopHairLossNow.com. Em 2000, a pesquisa publicada na revista médica Lancet confirmou que o desenvolvimento prematuro de alopecia androgênica precoce é um indicador em potencial de distúrbios do metabolismo de carboidratos. O estudo envolveu 154 homens que tiveram calvície antes dos 35 anos.

Pesquisas contrárias

Folículos contêm insulina, e acredita-se que seja para desempenhar um papel na regulação do metabolismo dos hormônios andrógenos e no ciclo de crescimento do cabelo. Apesar disso, um estudo publicado no Jornal de Dermatologia Clínica e Experimental diz que não foi encontrada nenhuma ligação entre a resistência à insulina e a alopecia androgênica.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível