Saúde

Sobre os cálculos de vesícula biliar

Escrito por lori newell | Traduzido por josciel sousa
Sobre os cálculos de vesícula biliar

Os cálculos biliares podem ser formados devido ao excesso de colesterol

http://www.webmd.com/hw-popup/gallstones

A presença de cálculos na vesícula biliar pode ser muito doloroso ou não causar nenhum sintoma. Pode ser difícil de diagnosticá-los porque os sintomas típicos são similares àqueles de outras condições. Como pode não existir nenhum sintoma, eles são geralmente descobertos apenas em exames de rotina. Algumas vezes você precisará procurar tratamento e em outros casos não será preciso.

Identificação

Os cálculos biliares se formam na vesícula biliar, que é um pequeno saco localizado embaixo do fígado. O principal propósito da vesícula biliar é armazenar a bile (um líquido grosso que ajuda seu corpo processar a gordura), que é produzida pelo fígado. Quando seu corpo digere a comida, a bile é liberada para o intestino delgado. Os cálculos biliares se formam quando substâncias como colesterol ou sais de cálcio que são normalmente encontradas na bile se tornam rígidas e se cristalizam. Essas substâncias rígidas e cristalizadas formam os cálculos biliares. Eles também podem ser formados quando a vesícula biliar não se esvazia adequadamente. Esses cálculos podem ser tão pequenos quanto um grão de areia, ou podem ser do tamanho de uma bola de golfe. É possível desenvolver apenas um ou centenas destes, eles podem se resolver espontaneamente ou podem ser fatais.

Sintomas

Muitas pessoas com cálculos biliares não apresentam nenhum sintoma e não precisam de tratamento. Se os sintomas ocorrerem, eles podem incluir sensações similares à indigestão. Você pode experimentar náusea, vômitos, gases e dor abdominal que é constante ou vem em surtos. Esses sintomas podem ser exagerados após o consumo de alimentos ricos em gordura. Dor repentina e constante pode ocorrer na parte superior direita ou média do abdômen. Ela pode ocorrer à noite ou poucas horas após uma refeição. Os sintomas podem durar de meia hora a várias horas. Alguns pacientes irão experimentar dor que irradia da área abdominal para o ombro ou para as costas. Quando essa dor retrocede, você pode sentir um ardor abdominal por um ou dois dias. Em casos mais graves onde os cálculos biliares ficam presos no colo da vesícula biliar, o resultado é uma dor mais severa acompanhada por febre. Nestas ocasiões, os cálculos biliares podem causar bloqueios. Isso pode causar sintomas de icterícia, fezes com cor de argila, febre e, se não for tratada, essa condição pode ser fatal. Os cálculos biliares que causam bloqueios podem também levar a inflamação do pâncreas e aumentar o risco de câncer de vesícula.

Causas

Os motivos para o corpo formar os cálculos biliares ainda não são bem entendidos. No entanto, em muitos casos, a formação de cálculos biliares é o resultado de um acúmulo de colesterol não dissolvido. Isso pode acontecer se sua dieta for rica em colesterol. Eles também ocorrem quando a vesícula biliar não se esvazia completamente. Pode acontecer durante a gravidez ou se você tiver um hábito alimentar irregular, como comer pouca gordura ou ficar longos períodos sem se alimentar. Quando o corpo não tem comida o suficiente para digerir, as contrações musculares da vesícula biliar diminuem. Quando os músculos da vesícula biliar não estão contraindo completamente, a vesícula não consegue ter um esvaziamento total. Os cálculos biliares são mais comum em pessoas com sobrepeso, em mulheres, naqueles com anemia falciforme e qualquer pessoa que teve uma perda de peso rápida. Certos medicamentos também podem causar cálculos biliares.

Tratamento

Se seus cálculos biliares não estão causando sintomas ou bloqueios, nenhum tratamento é necessário. Se existirem sintomas, você e seu médico devem decidir esperar primeiro para ver se a situação se resolve espontaneamente. Se você está tendo sintomas mais graves, a remoção dos cálculos através de cirurgia pode ser necessária. Isso inclui cirurgia laparoscópica ou cirurgia aberta. A cirurgia laparoscópica usa um escopo da espessura de um lápis que contem uma lâmpada e uma câmera em sua extremidade. O cirurgião faz uma pequena incisão no abdômen para inserir o escopo e outras pequenas incisões abdominais para remover os cálculos. Esse tipo de cirurgia é preferido pois as incisões menores significam menos dor e menos tempo de recuperação para o paciente. A recuperação pode durar apenas alguns dias. No caso de cirurgia aberta, um incisão maior é feita no abdômen. Essa opção é usada em casos mais severos como quando as paredes da vesícula biliar são espessas e duras, em casos de infecção ou se existir excesso de tecido cicatricial. Com a cirurgia aberta, o paciente pode precisar ficar no hospital por até uma semana e, após isso, existem várias semanas adicionais de recuperação em casa.

Prevenção

Os cálculos biliares não podem ser completamente prevenidos. No entanto, você pode tomar algumas medidas para reduzir o risco de desenvolvê-los. Manter um peso saudável ou perder o excesso de peso é a primeira etapa. Tente perder não mais de um quilo por semana. Dieta iô-iô e perda ou ganho de grandes quantidade de peso colocam você em um alto risco. Fique longe de dietas radicais, e não reduza seu consumo calórico para nada menos de 800 calorias por dia. Exercício regular ajudar a manter todos os seus músculos fortalecidos e o seu corpo funcionando em boa forma. Reduza a quantidade de gordura animal, as frituras e coma mais alimentos pobres em gordura e ricos em fibras como frutas frescas, vegetais e grãos integrais.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media