Como fazer tabelas de frequencia

Escrito por jackie johnson | Traduzido por randhal wendel
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer tabelas de frequencia
Aprender a fazer tabelas de frequência no Excel pode ser muito útil no trabalho (in office for computer image by Anatoly Minkov from Fotolia.com)

Muitos tipos de empresas usam tabelas de freqüência. Elas são, por exemplo, um cálculo matemático que mostra a distribuição das respostas de uma pesquisa. Elas também podem mostrar a distribuição de frequência de ocorrências dentro de um conjunto de dados - por exemplo, dados de temperatura ao longo do ano podem ser agrupados em intervalos para ver as tendências de dados climáticos. Aprender como fazer tabelas de frequência usando o Excel é um pouco difícil no início, mas torna-se muito fácil depois de ter feito algumas vezes.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Microsoft Excel ou Excel do Open Office

Lista completaMinimizar

Instruções

    Fazer intervalos de dados de frequência

  1. 1

    Carregue seus dados no Excel. É mais fácil ter os dados em colunas por questão, e as respostas dos participantes em diferentes linhas. Por exemplo, você pode ter 100 respostas de uma pesquisa em seu conjunto de dados. Inicie a numeração de sua primeira linha com os números das perguntas, e as respostas na primeira coluna, na célula A2. A célula A1 seria em branco, mas a célula A2 teria as respostas do primeiro entrevistado. A célula A2 teria os resultados da primeira questão, a célula A3 seria a segunda questão, e assim por diante, até o fim do questionário.

  2. 2

    Examine sua planilha depois que todos os dados forem inseridos, e determine o intervalo de dados. Se tiver 100 entrevistados em seu conjunto de dados, você terá 100 linhas de dados, terminando na linha 101. (Lembre-se, a primeira linha é o número da questão.) Então, o alcance da sua primeira coluna de dados será A2:A101. A sua segunda pergunta será intervalo de dados e será B2:B101.

  3. 3

    Use a fórmula simples para contagem. Digamos que você tenha seis respostas possíveis para a sua primeira pergunta. A fórmula seria a seguinte:

    =countif(a$2:a$101,1)

    Esta fórmula diz ao Excel para contar as vezes que o número 1 ocorre no intervalo de dados encontrados na coluna A da linha 2 até a 101.

    A fórmula para contar todos as vezes em que aparece o número 2 na coluna A seria a seguinte:

    =countif(a$2:a$101,2)

    A fórmula para o 3 seria countif(a$2:a$101,3), e assim por diante, para todas as possíveis respostas à questão.

  4. 4

    Simplifique o processo colando a primeira fórmula de contagem - countif(a:$2:a$101,1) - nas células para o número das possíveis respostas que você tenha. Por exemplo, se tiver seis possíveis respostas, copie e cole a fórmula nas seis primeiras células na área da planilha onde estiver fazendo a sua contagem. Altere manualmente os critérios da segunda célula de 1 para 2, e na terceira célula para 3, e assim por diante. Depois de ter feito todas as alterações de 1 a 6, insira a fórmula para o cálculo da porcentagem das distribuições.

  5. 5

    Totalize a contagem da coluna resultados na primeira célula abaixo de sua contagem. Por exemplo, se estiver usando as células A105 até A110 para fazer sua contagem, você também pode usar o botão de soma na barra de ferramentas "Fórmula" para somar a coluna, ou esta fórmula: =sum(a105:a110). A fórmula seria inserida na célula A111.

  6. 6

    Use a seguinte fórmula para calcular as distribuições de frequência dos resultados de A105 até A110, iniciando-a na célula A112: =a105/a$111). Isto lhe dará uma resposta decimal, que você poderá reformatar em uma porcentagem para facilitar a visualização. Basta copiar a fórmula em A112 e aplicá-la às cinco células abaixo da A112 para obter a distribuição percentual de todas as respostas.

    Faça uma tabela de frequência usando os intervalos de dados

  1. 1

    Crie ou encontre os dados que deseja resumir.

  2. 2

    Determine as faixas que você deseja. Por exemplo, se o conjunto de dados vai de 1 a 100, você pode dividí-lo em 10 segmentos, de 1 a 10, de 11 a 20, de 21 a 30, e assim por diante. Suponhamos que os seus dados estejam na coluna A, e nas linhas de 1 a 100.

  3. 3

    Digite os seguintes números nas células B1 a B10, em uma coluna ao lado das séries de dados: 10, 20, 30, 40, 50, 60, e assim por diante, com cada número em uma célula separada.

  4. 4

    Selecione 10 células com o mouse na coluna C ao lado do intervalo de dados (coluna B).

  5. 5

    Posicione o mouse na barra de funções acima da planilha (onde está escrito "fx"), e digite sua fórmula. A fórmula para frequências de contagem é muito fácil: =frequency(b1:b100b1:b10). Como esta é uma função de matriz, você deve pressionar "Control + Shift" enquanto aperta "Enter". Caso contrário, você terá um erro como "=NAME?" ou algo assim. Se tiver digitado a fórmula corretamente, os resultados serão mostrados na coluna C1 a C10.

  6. 6

    Totalize os resultados de C1 a C10 tal como discutido na Seção 1, Passo 5, mas usando as células em C1 a C10.

  7. 7

    Use a seguinte fórmula para calcular as distribuições de frequência dos resultados em C1 a C10, começando na célula C11: =c1/b$b11). Isto lhe dará uma resposta decimal, que você poderá reformatar em uma porcentagem para facilitar a visualização. Basta copiar a fórmula em C1 e aplicá-la nas nove células abaixo para obter a distribuição percentual de todos os intervalos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível