Como transportar um cão com segurança no bagageiro de um avião

Escrito por ehow contributor | Traduzido por ale grassi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como transportar um cão com segurança no bagageiro de um avião
Uma jaula robusta é essencial para animais de estimação em aviōes (Courtesy mightypets.com)

Se sua única opção é a de transportar seu cão em um avião e ele for grande demais para caber debaixo de seu assento, a única alternativa é o compartimento de carga pressurizado com temperatura controlada.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Atestado de saúde
  • Caixa de transporte aprovada pelo SDA
  • Coleira
  • Placa de identificação para cães
  • Ração
  • Água

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Leve o seu cão ao veterinário para um check-up pelo menos 10 dias antes da partida. Certifique-se de que todas as vacinas estejam atualizadas e obtenha um atestado de saúde para apresentar à companhia aérea.

  2. 2

    Compre uma caixa de transporte aprovada pela SDA (Secretaria de Defesa Agropecuária) que seja grande o suficiente para que seu cão possa ficar de pé e se virar. Teste a caixa para ver se é robusta o bastante e se a porta se fecha com segurança. Estas caixas podem ser compradas em pet shops e companhia aéreas.

  3. 3

    Forre o fundo da caixa com um tecido que possa absorver incidentes. Amarre pelo menos duas vasilhas na caixa, para água e comida, evitando as de encaixe que tendem a sair facilmente. Certifique-se de incluir o brinquedo favorito de seu cão.

  4. 4

    Escreva as palavras "Animal vivo" em letras grandes e visíveis na parte superior e aos lados da caixa e desenhe setas que indicam a posição vertical da caixa. Inclua também o seu nome, endereço, número de telefone, o nome do cão, o destino e se você vai estar presente no voo. Caso não esteja, especifique quem irá recolher o cão. Anexe uma foto atual do cachorro na parte superior da caixa e mantenha uma em sua carteira caso o animal fuja.

  5. 5

    Congele uma vasilha de água na noite do voo e coloque-a na caixa. Uma vez congelada, não vai derramar durante o embarque e estará derretida quando seu cão tiver sede. Anexe também uma sacola de plástico transparente com ração no lado de fora da caixa de modo que qualquer tripulante possa alimentar o seu cão caso seja um voo longo, uma ponte aérea demorada ou um atraso inesperado.

  6. 6

    Confirme com a companhia aérea com antecedência onde e quando seu cão pode ser recolhido na chegada do voo.

  7. 7

    Certifique-se de que seu animal de estimação esteja usando uma coleira com uma placa de identificação atualizada e não se esqueça de incluir informação sobre o destino. Certifique-se de que a coleira não esteja apertada demais.

  8. 8

    Certifique-se de que a porta da caixa esteja destrancada para que a tripulação possa abri-la em caso de emergência.

  9. 9

    Alerte o máximo de funcionários que puder, no terminal e no avião, sobre a presença do seu cachorro no bagageiro. A maioria vai apreciar o aviso e ficar feliz em ajudar a olhar.

Dicas & Advertências

  • Agende um voo direto sempre que possível. Desta forma o período de tempo que seu cão vai ficar na pista vai ser o mínimo, o que é especialmente importante durante condições meteorológicas extremas.
  • Se o voo atrasar, ou caso tenha qualquer outra preocupação com o seu cão, não hesite em pedir a um tripulante para dar uma olhada. Às vezes a retirada e o desembarque podem ser necessários.
  • Algumas companhias aéreas restringem o transporte de algumas raças, tais como pit bulls e cães de focinho curto, como buldogues e pugs, que são propensos a doenças respiratórias. Algumas companhias aéreas aceitam raças de focinho curto se estiver abaixo de uma determinada temperatura.
  • Companhias proíbem o transporte de quaisquer animais se a temperatura está prevista para estar acima de uma certa temperatura, normalmente 85°F graus Fahrenheit (29.4°C) a qualquer altura no itinerário. Alguns animais são automaticamente proibidos de sair de algumas cidades específicas durante períodos em que a temperatura permanece constantemente acima de 85°F.
  • Tranquilizar o cachorro normalmente não é recomendável, uma vez que dificulta sua respiração. Sempre consulte um veterinário primeiro. Não abra a caixa para acaricia-lo no momento da partida ou chegada. Cães tendem a fugir assim que a porta se abre e você não vai querer seu cão solto no aeroporto.
  • A UIPA (União Internacional Protetora dos Animais) não recomenda o transporte de cães em bagageiros a não ser que seja inevitável.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível