Como tratar um cisto pilonidal

Escrito por ehow contributor | Traduzido por marcos vinicios de araújo barros
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tratar um cisto pilonidal
Como um cisto pilonidal é removido

O cisto pilonidal contém pelos e aparece logo abaixo do cóccix. Em geral, acredita-se que ele seja causado por uma doença celular e pelos crescendo dentro da pele. O cisto é criado através de uma reação inflamatória de pelos e edema subsequente. Os fatores de risco que provocam o cisto pilonidal são hirsutez (crescimento excessivo de pelos terminais), obesidade e o modo como a pessoa senta. Os passos seguintes vão mostrar como tratar o problema.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    O médico injeta uma solução com 80% de fenol no cisto e a deixa agir por 1 minuto. Em seguida, espreme o conteúdo do cisto e faz a curetagem (raspagem). Esse procedimento pode ser repetido até três vezes.

  2. 2

    Mais adiante, é feita uma incisão e drenagem do cisto pilonidal, se ele apresentar um abscesso. Nesses casos, os médicos aplicam um anestésico local e é feita uma incisão lateral na linha média. A incisão é estendida até a camada subcutânea para remover os resquícios do conteúdo do cisto e fios de cabelo. Depois, são dados pontos na incisão.

  3. 3

    Agende uma visita de acompanhamento com um cirurgião após uma semana da cirurgia. Higienize bem a área afetada e considere a possibilidade de raspar os pelos ao redor do abscesso para prevenir a recorrência.

  4. 4

    Um cisto pilonidal crônico deve ser extraído por mãos médicas. As incisões laterais e o corte na linha média são feitos até a fáscia. A área de pele circundante que será removida deve ser menor que 0,5 cm.

  5. 5

    Considere outras opções cirúrgicas para fazer o tratamento do cisto pilonidal. A diatermia apresenta uma taxa de cura igual à da extração cirúrgica, de acordo com alguns estudos. Outras técnicas aplicadas no tratamento são marsupialização, z-plastia e retalhos de Limberg, romboide e de rotação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível