Ventilação correta para celeiros de criação "free-stall"

Escrito por susan salter | Traduzido por felipe vargas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ventilação correta para celeiros de criação "free-stall"
Vacas leiteiras podem passar até 90% do dia no celeiro (Digital Vision/Digital Vision/Getty Images)

Fazendas leiteiras que constroem celeiros de criação "free-stall" (sistema de confinamento controlado) para gado possuem duas opções de ventilação: natural ou mecânica. A decisão tomada pode fazer uma grande diferença na saúde e na produção de leite do gado, que se beneficia de um ambiente seco e sem umidade. A troca constante do ar também remove odores e gases que podem contribuir para uma produção fraca de leite.

Outras pessoas estão lendo

Sobre a ventilação

Os autores de um estudo da Universidade do Kansas afirmam que a ventilação de celeiros de criação free-stall "é influenciada pela abertura das paredes e do telhado, a altura da construção e a velocidade do vento". Manter uma ventilação correta nesses celeiros é vital para a saúde das vacas lactantes, que naturalmente produzem grandes quantidades de calor e umidade e podem passar cerca de 90% do dia em celeiros. Um local bem ventilado diminui o estresse causado pelo calor e protege os animais da radiação solar.

Ventilação natural

A maioria dos celeiros em ambientes temperados possui pouco ou nenhum isolamento, sendo que as vacas não são banhadas ou ordenhadas nessas estruturas. Nesses celeiros, a ventilação natural -- que consiste em janelas abertas e complementadas com ventiladores -- protege os animais do vento, do sol e da chuva; proteção específica para inverno não é um problema, sendo que o gado é bem mais resistente ao frio do que os humanos. O segredo é utilizar um desenho de celeiro que crie um ambiente seco e com constante fluxo de ar. De acordo com um estudo publicado pela Universidade da Pensilvânia (Pennsylvania State University), esse tipo de celeiro que utiliza ventilação natural deve ter aberturas em locais estratégicos, para atrair brisas e promover um clima leve ou, como é conhecido, "o efeito chaminé".

Ventilação com túneis

A ventilação por túneis para celeiros é uma forma de ventilação mecânica que traz ar fresco através de uma abertura na parede. Como nota o site da Cornell University Dairy Facilities Engineering, túneis com ventiladores montados em paredes opostas criam uma pressão negativa, que leva o ar para dentro do celeiro.

Ventilação cruzada

Outro exemplo de ventilação mecânica é a ventilação cruzada discreta para celeiros, uma unidade independente com oito fileiras de largura, também conhecida como "wide-body". A revista Milk Producer Magazine, em um artigo repostado pelo Ministério da Agricultura de Ontário, afirma esse tipo de celeiro toma menos espaço do que a alternativa de quatro fileiras e oferece mais ventilação. Em uma estrutura assim, duas fontes de ar, uma cortina aberta e um banco de ventiladores ficam em lados opostos do celeiro. Os lados contribuem para a troca de ar, de 60 a 120 segundos, em clima quente. Paletas podem ser instaladas sobre o gado, para que o ar possa ser direcionado diretamente para os animais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível