×
Loading ...

Como acalmar uma criança nervosa

Todo mundo fica nervoso de vez em quando, e as crianças não são uma exceção. Para algumas, o nervosismo é uma ocorrência rara, mas, para outras, pode ser um problema. De qualquer forma, os pais e educadores podem ensinar a elas mecanismos de enfrentamento para ajudá-las a aliviar e lidar com seu nervosismo. Em alguns casos, só é preciso ouvir os medos de sua filha e ter empatia por ela. Em outras vezes, ela pode precisar de ajuda profissional. Em qualquer caso, ensinar às crianças como enfrentar os sentimentos de nervosismo e ansiedade pode ajudá-las a adquirir confiança e aproveitar a infância.

Instruções

Ensinar às crianças como lidar com o nervosismo pode ajudá-las a aproveitar mais a infância (Visage/Stockbyte/Getty Images)
  1. Ensine a seu filho como respirar fundo para ajudar a manter o nervosismo sob controle. Diga-lhe para inspirar lentamente pelo nariz e expirar gentilmente através da boca para ficar mais calmo.

    Loading...
  2. Mande sua filha imaginar um cenário pacífico quando ela ficar nervosa. Por exemplo, ela pode imaginar um riacho fluindo ou uma praia tranquila. A imagem deve ser calmante para ela. Quando ela tiver visualizado a cena, diga-lhe para se imaginar dentro dela. Isso dará a ela algo em que se concentrar, em vez da situação que a está deixando ansiosa.

  3. Dê ao seu filho um amuleto de boa sorte que ele possa segurar quando começar a se sentir nervoso. Isso funciona melhor se for pequeno o suficiente para caber em seu bolso, para que ele possa carregá-lo consigo a qualquer lugar. Ele pode querer carregar uma pedra lisa para esfregar ou seu brinquedo pequeno preferido. Não importa o que seja, desde que lhe traga conforto.

  4. Valide seus sentimentos. Se ela lhe disser que está nervosa, tenha empatia por ela e conte que, às vezes, você também se sente nervoso, e o que faz para conseguir se sentir melhor. Se simplesmente lhe disser para não se preocupar, ela pode se sentir como se você não compreendesse pelo que ela está passando e que isso não importa.

  5. Ensine ao seu filho que não tem problema se sentir nervoso e que todo mundo sente ansiedade às vezes. Diga-lhe que o nervosismo pode até mesmo ser algo bom, pois significa que ele está se desafiando e aprendendo mais sobre si mesmo.

  6. Converse com a sua filha sobre como as coisas que a preocupam raramente acontecem. Por exemplo, talvez ela tenha medo de que você não vá buscá-la após a aula. Pergunte a ela com que frequência isso ocorre. Quando ela perceber que nunca aconteceu, ela pode começar a entender que aquilo que a preocupa raramente, ou nunca, acontece de fato.

  7. Busque ajuda profissional se o nervosismo do seu filho parecer ser uma ocorrência regular ou se estiver afetando outras áreas de sua vida, tais como a hora de dormir e a hora das refeições.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...