×
Loading ...

O que acontece aos refrigerantes quando são congelados?

As bebidas gaseificadas são muito populares. As bolhas fazem as tornam estimulantes e refrescantes, especialmente quando servidas com gelo. Quando o refrigerante está gelado, as bolhas parecem quase explodir em usa língua. Por causa disso, as pessoas desenvolveram métodos para fazer com que o refrigerante resfrie rapidamente. Algumas não gostam que sua bebida fique aguada pela adição de gelo, assim, elas apressam o processo colocando o refrigerante no freezer. Se a bebida é esquecida por muito tempo, entretanto, ela congela. No pior cenário, isso pode fazer com que o refrigerante se dilate ou até mesmo que exploda por todo o freezer. No fim, a bebida fica extremamente sem gás, ao contrário do que deveria acontecer.

O refrigerante fica com um ótimo gosto quando servido com gelo (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Carbonação

Os refrigerantes são, basicamente, uma substância densa, parecida com um xarope, misturada com água, a qual as bolhas são adicionadas. O dióxido de carbono (CO²) cria as bolhas que as pessoas adoram. Esse gás dá à bebida suas qualidades refrescantes e estimulantes. Quando o refrigerante está sendo fabricado, o gás é injetado no meio da solução de água e xarope através de uma mangueira, e na dispersão do gás se cria o refrigerante. Desde que o líquido continue em baixa pressão, as bolhas permanecem na mistura. Se a pressão é aberta ou a mistura é balançada ou chacoalhada demais, as bolhas escapam e o refrigerante fica sem gás.

Loading...

Os refrigerantes e a mistura de CO²

Ao contrário do senso comum, o dióxido de carbono não está dissolvido na bebida -- somente as bolhas estão. Ele não está em uma solução, mas sim em uma mistura. As bolhas estão separadas pela solução de água e xarope e permanecerão intactas desde que o refrigerante seja guardado em temperatura ambiente ou refrigerada, ou então esteja sob baixa pressão. Quando você abre um refrigerante, a pressão é liberada e o dióxido de carbono começa a sair da bebida, causando o fluxo de bolhas dentro da garrafa ou do copo.

Congelando o refrigerante

Já que o dióxido de carbono não está realmente dissolvido na solução de água e xarope, as bolhas permanecem ali somente quando estão dispersas. Se as condições mudarem e elas puderem se unir, elas se separarão da mistura e tentarão escapar. Quando o refrigerante está exposto a temperaturas abaixo de zero, as bolhas de dióxido de carbono têm a chance de se unir com mais facilidade, porque a água da bebida está se solidificando com outras moléculas de água. De fato, esse processo força as bolhas de CO² a se unirem e ficarem fora da mistura.

A expansão das latinhas

A água expande quando congela. A água congelada exerce o principal papel para que o refrigerante expanda quando seu conteúdo é congelado. Entretanto, o dióxido de carbono que está preso dentro da lata pode também ter alguma parte nesse processo, fazendo com que as paredes da latinha se dilatem um pouco, por causa da pressão do gás que está escapando.

Refrigerante desgaseificado

O dióxido de carbono não volta a seu estado normal no refrigerante depois que este retorna à temperatura ambiente e depois que a pressão normal foi restaurada. O gás havia sido posto no refrigerante através de uma mangueira, usando alta pressão, para fazer com que as bolhas se dissolvessem. Agora é muito mais difícil que o gás seja absorvido, porque a superfície de contato é muito menor. O refrigerante geralmente fica sem gás depois de seu congelamento.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...