×
Loading ...

Como fazer a correção do solo em terra dura

O termo agrícola "terra dura" é usado para se referir a um solo compactado ou denso, que não absorve água tão facilmente. É comum se encontrar uma camada de terra dura a alguns centímetros abaixo do solo arável. Algumas camadas de terra dura são formadas por minerais, ou com partículas de minerais que prendem as partículas de solo. Outras camadas de terra dura podem ser formadas por compactação. Arar repetidamente uma área com um trator pesado ou o movimento de qualquer outro equipamento pode compactar o solo e causar a formação de uma camada densa que impedirá a penetração de umidade adequada.

Instruções

A terra dura é uma camada compacta ou densa que impede a penetração de água no solo (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)
  1. Teste o solo. Leve uma amostra do solo do seu jardim a um laboratório especializado testar os níveis de pH e os nutrientes presentes na terra. Faça as correções necessárias conforme recomendado. O solo com um nível de pH abaixo do desejado pode ser corrigido com a adição de dolomita (cálcio e magnésio). Meio quilo de dolomita para cada 10 metros quadrados de terra irão elevar o pH do solo em um ponto. Faça a aplicação conforme as instruções na embalagem do produto.

    Loading...
  2. Use gipsita para soltar o solo. Encontrada em lojas de jardinagem, a gipsita deve ser generosamente espalhada por todo o solo e bem misturada com a terra. Aplique de acordo com as instruções na embalagem. Antes de fazer o plantio, adicione de 10 kg a 20 kg de gipsita para cada 100 metros quadrados de terra. Depois da adição, molhe bem a terra. Como gipsita é o ingrediente primário do gesso de parede, você pode reciclar placas de construção descartadas, quebrando elas em pedaços menores e adicionando-os à sua pilha de compostagem. Placas de gesso usadas também podem ser trituradas e adicionadas diretamente ao solo. Por não ser tóxica para humanos e animais e não queimar as plantas, a gipsita é uma substância ideal para fazer a correção do solo. Ela pode ser adicionada ao solo a qualquer momento durante a estação de crescimento das plantas.

  3. Misture serragem ou aparas de madeira envelhecidas e não-tratadas na terra antes de começar o plantio. Coloque uma camada de 15 cm a 20 cm por todo o jardim e use um leme de jardim para cultivar o solo. A serragem ajuda a quebrar o solo compactado e a reter umidade. Conforme ela se decompõe, a serragem também adicione nutrientes à terra. Lembre-se de que a serragem suga nitrogênio do solo, então é recomendado se fazer uma aplicação de fertilizante NPK 10-10-10 por estação.

  4. Use um adubo orgânico rico em minerais e nutrientes que as plantas precisam para sobreviver para enriquecer o solo. Cubra a área do jardim ou do plantio com uma camada de 20 cm a 30 cm de adubo, cultive o solo e regue bem. principal diferença entre a terra fértil e a terra estéril é a quantidade de minerais primários e micro minerais presentes. Para um crescimento saudável e um bom desenvolvimento das raízes, as plantas precisam de nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio magnésio, cromo, ferro, boro e cobre. O nitrogênio e o potássio estimulam o crescimento das plantas, enquanto os microminerais controlam o valor nutricional e o sabor das frutas, vegetais, nozes e grãos. Se todos os minerais na estiverem balanceados, você pode acabar com plantas de bom tamanho mas com sabor e qualidade comprometidos.

  5. Adicione algumas gotas de um sabão orgânico biodegradável (shampoo de bebê funciona muito bem) ao regador e use a mistura para molhar ao redor da base das plantas. Em jardins com terra dura ou solo compactado, a água se acumula na superfície e não é imediatamente absorvida; as gotas de sabão na água irão quebrar a tensão na superfície do solo e permitir que a água penetre e seja absorvida pelas raízes.

Loading...

O que você precisa

  • Leme de jardim
  • Gipsita
  • Adubo orgânico
  • Palha
  • Serragem envelhecida e não tratada

Referências

Loading ...
Loading ...