Como curar infecção por fungos no pênis

••• Getty Images

As infeções por fungos são mais incomuns que em homens do que em mulheres. Entretanto, uma vez que essa condição é bem mais frequente no sexo feminino e é facilmente transmissível aos parceiros, é possível que os homens sejam atingidos por uma infecção peniana por fungos, principalmente se são circuncidados. Não importa a quem afete, ela é causada pelo excesso de cândida no corpo. Alguns dos sintomas incluem dor, irritação, vermelhidão, inchaço e até mesmo pequenas bolhas na cabeça do pênis e prepúcio, bem como corrimento parecido com queijo coalhado. O diagnóstico médico é realizado através da história médica do paciente, assim como por exames. Aqui, você saberá como curar uma infecção fúngica no pênis.

Passo 1

Compre um creme vaginal fungicida tal como o miconazol e aplique-o sobre o pênis. Isso ajudará a reduzir a coceira e também auxiliará no tratamento da vermelhidão, dor e desconforto.

Passo 2

Tome banho em água morna com duas colheres de sopa de vinagre branco, duas vezes por dia ou mais, se precisar. O ácido no vinagre ajudará a matar o excesso de fungos que habita seu pênis e causa todos esses sintomas desagradáveis. Esse é uma excelente alternativa se o creme antifúngico acabar ou se você quiser usá-lo apenas à noite.

Passo 3

Durma sem nenhuma roupa íntima. Se você mantiver a área seca, limpa e arejada, os fungos terão dificuldade para se reproduzir, pois eles se adaptam melhor a áreas quentes e úmidas.

Passo 4

Evite lavar sua região íntima com sabonetes perfumados ou antibacterianos até que a infecção esteja sob controle. Eles podem piorar bastante a coceira.

Passo 5

Tenha uma dieta rica em probióticos como iogurtes e queijos cottage. Em ambos estão presentes bactérias inócuas que passarão pelo seu sistema digestivo e ajudarão a reduzir o número de fungos, reduzindo também os sintomas.

Passo 6

Vá ao médico e peça as receitas de Fluconazol (comercializado sob vários nomes) ou Cetoconazol. Entretanto, a aplicação dessas medicações deverá ser o último recurso, visto que há problemas de saúde associados à utilização dessas fórmulas, conforme descrito na seção abaixo.

Mais recentes

×