×
Loading ...

Como uma galinha pode correr por aí com a cabeça cortada

Abater galinhas é uma tarefa sangrenta para qualquer um. Se você é novo nisso, fazê-lo torna-se ainda mais difícil, porque você vai hesitar e sentir culpa com frequência, especialmente, se criar um laço emocional com o animal. No entanto, se você não tomar precauções e não usar técnicas apropriadas para remover a cabeça da galinha, corre o risco de matá-la de forma desumana e criar uma grande confusão.

Utilize técnicas eficientes para impedir que sua galinha saia, literalmente, correndo por aí sem cabeça (Michael Blann/Lifesize/Getty Images)

Galinhas sem cabeça

Soltar uma galinha depois de cortar sua cabeça faz com que ela se mova por causa dos reflexos das terminações nervosas que estavam conectadas ao cérebro e ao tronco cerebral. Por isso, é possível ver uma galinha correndo ou se debatendo por aí sem cabeça. Elas apenas simulam o movimento quando suas pernas batem no chão ou em algum outro objeto, impulsionando-as para frente. A galinha morre instantaneamente, mas vê-la correr por aí sem cabeça traumatiza qualquer um e parece desumano. Amarrar ou segurar seus pés depois de cortar sua cabeça impede que isso aconteça.

Loading...

Ferramentas adequadas

Use facas ou machados afiados quando for abater suas galinhas. Lâminas cegas demoram a perfurar a jugular, causando grande dor e muita sujeira. Um cone também é uma ferramenta eficiente para abater uma galinha. Ele serve para segurá-la. Coloque a galinha de cabeça para baixo dentro de um cone, encaixando a cabeça dela na ponta mais estreita do objeto e deixando o corpo voltado para cima. Isso permite que você faça um corte adequado e impede que a galinha escape.

Técnicas de abate

Afie sua faca antes de usá-la. Pendure sua galinha a pelo menos 90 cm do chão e, então, ou corte sua cabeça com um movimento ou faça uma incisão na veia jugular. Se você usar um machado, encontre uma superfície capaz de absorver o golpe, como um tampo de mesa, uma bancada ou um tronco de árvore. Enquanto segura a galinha, puxe os pés dela para baixo para expor todo o pescoço e rapidamente golpeie com o machado. Continue segurando-a para impedir que ela escape.

Prática do abate humanitário

Prepare suas galinhas para uma morte rápida e sem dor. A prática do abate humanitário impede que elas sofram. Evite pendurá-las por longos períodos em um cone. Isso aumenta a tensão e prolonga o sofrimento. Além disso, ferramentas com lâminas cegas tornam a morte mais lenta, porque não conseguem fazer cortes fatais. E o mais importante: cortar a veia jugular em vez da traqueia impede que o sangue espirre, causa menos dor e diminui a chance de fracasso.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...