×
Loading ...

Partes do sistema muscular de um sapo

Os sapos são uma das criaturas mais fascinantes da mãe natureza. Muito habilidoso e um caçador especializado, os sapos são capazes de saltar longas distâncias e capturar suas presas de longe com suas longas línguas. Sapos têm um sistema muscular e esquelético único, que os permitem desenvolverem-se em seus habitats naturais. Seja pulando, nadando ou saltando, sapos se movem graciosamente e poderosamente graças à sua memorável anatomia.

Os sapos são uma das criaturas mais fascinantes da mãe natureza

Músculos involuntários

Os órgãos internos de um sapo são controlados por músculos involuntários. Os músculos involuntários trabalham automaticamente e realizam funções vitais essenciais até quando o sapo está dormindo. Os neurônios simpáticos e parassimpáticos no cérebro enviam mensagens para e a partir desses músculos. O músculos involuntários controlam o sistema digestório do sapo, que inclui o esôfago, estômago, intestino delgado e grosso, e reto. Eles também mantêm os batimentos cardíacos dele. Sapos não têm diafragma porque absorvem oxigênio através da pele.

Loading...

Músculos voluntários

Os sapos também possuem músculos voluntários ou estriados unidos ao seu esqueleto. Eles são responsáveis pelos saltos, natação e qualquer outro movimento voluntário. Os sapos possuem alguns músculos voluntários iguais ao dos humanos, como os deltoides e peitorais, que controlam os movimentos dos braços e peito. Eles têm uma tíbia larga, que permite a eles saltarem longas distâncias. Estão anexados a ele os tríceps femorais, músculo sartório, os músculos gráciles e o músculo semitendinoso. Os sapos também possuem músculos flexores e extensores perto das articulações, possibilitando-os flexionar os pulsos e tornozelos.

Esqueleto

A estrutura esquelética dos sapos é similar à dos humanos, mas existem algumas diferenças pontuais. Os sapos possuem nove vértebras (os humanos têm 24) e isso limita a habilidade dos sapos de se curvar para trás. Sapos também não têm costelas. Sapos adultos não possuem cauda, embora na adolescência eles ainda tenham caudas como se ainda estivessem se desenvolvendo fora da fase de girino. Os sapos têm apenas um osso no antebraço chamado rádio-ulna, enquanto os humanos possuem dois.

Saltos

Possivelmente a habilidade mais notável do sapo seja a habilidade de saltar longas distâncias rapidamente. Durante um salto, as patas traseiras fazem a maior parte da força. O músculo semimembranoso, que faz conexão com a pélvis em um ponto abaixo do joelho, contrai e empurra as patas traseiras para cima. Essa contração gera força suficiente para lançar o sapo para frente. Quando aterrissa, o sapo estende seus antebraços, fazendo com que os ombros absorvam a maior parte do impacto.

Língua

A língua do sapo é um instrumento maravilhoso, usado para capturar as presas à distância. Tem aproximadamente um terço do comprimento do sapo e é anexada à parte da frente da boca, em vez da parte de trás. Quando um sapo pega a presa, a língua se torna mais espessa do que o normal. Repentinamente, a língua dispara e captura a mosca, e volta rapidamente para a boca e lança a comida na garganta do sapo.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...