×
Loading ...

Como o pepsinogênio é convertido em pepsina?

Pepsinogênio refere-se ao antecessor da pepsina, que é geralmente inativo e formado nas células da membrana mucosa do estômago. Para que possa ser convertido em pepsina por autocatálise (uma reação química em que o produto resultante é o seu próprio catalisador), ácido clorídrico deve estar presente. Pepsina refere-se a uma enzima que se encontra no estômago. Ela começa a digestão de proteínas, dividindo-as em pequenas partículas.

A pepsina regula a digestão de proteínas (Siri Stafford/Lifesize/Getty Images)

O processo de conversão

O pepsinogênio é normalmente secretado pelas principais células das glândulas gástricas e é vital para a conversão de uma enzima inativa (pepsina) e para a manutenção da acidez ideal (pH 3,5) para a pepsina no estômago. A conversão é um processo relativamente longo que ocorre no estômago. A pepsina começa como um antecessor inativo conhecido como pepsinogênio. Para tal processo, o pH tem que ser reduzido para menos de 4,5. Isso leva a várias alterações na estrutura de ligação, o que, eventualmente, resulta na formação da enzima pepsina.

Loading...

Etapas do processo de conversão

Uma série de atividades ocorre durante esse processo. Inicialmente, pepsinogênio é incubado com um potente inibidor, chamado pepstatina, a um pH de 2,5. Esse inibidor é forte e tem um peso molecular baixo. A primeira proteína que é gerada na ativação é então presa em um complexo inativo.

Separação da ligação

A conversão de pepsinogênio em pepsina é um processo complexo que envolve uma série de alterações e etapas de separação de ligações que resultam na remoção do pró-segmento (uma seção de aminoácidos em uma extremidade de uma molécula de proteína) do centro ativo da enzima. Durante a reação de ativação, a enzima ativa e o pró-segmento passam por uma série de mudanças. As longas enzimas que quebram as moléculas de cadeia longa das proteínas em fragmentos mais curtos e aminoácidos (proteolíticas) surgem.

Usos da pepsina

A pepsina é uma enzima digestiva muito importante no estômago da maioria dos mamíferos, uma vez que facilita e assegura o equilíbrio e a regulação da digestão normal de proteínas no corpo. Durante a digestão, os produtos alimentares ricos em proteínas são quebrados em energia no organismo. Os suplementos de pepsina também oferecem benefícios relacionados à saúde dental. Eles podem ser utilizados na forma de pasta para aplicar sobre a região afetada dos dentes a fim de remover o odor produzido por dentes e gengivas infeccionados.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...