Como preservar esqueleto de animais

••• Digital Vision./Digital Vision/Getty Images

Crie artefatos com esqueletos para preservar os últimos vestígios de animais selvagens ou de um animal de estimação. Compactos e rígidos, os ossos não se degradam rapidamente, porém métodos adicionais de purificação e conservação podem manter a resistência e a brancura dos artefatos. Exiba-os em casa como decoração comemorativa ou utilize-os como ferramentas de aprendizado para crianças.

Passo 1

Escove os ossos com água quente e detergente para remover qualquer resíduo gorduroso. Enxágue-os e deixe-os secar ao ar livre.

Passo 2

Mergulhe os ossos no peróxido de hidrogênio para clareá-los. O tempo que precisam ficar submersos depende da concentração do peróxido e de quão branco os ossos devem ficar. O clareamento pode levar de um a três dias e concentrações maiores clareiam mais rapidamente do que as menores. Além disso, algumas pessoas preferem manter um pouco da coloração esbranquiçada, enquanto que outras preferem ossos totalmente brancos. Como alternativa à imersão, soluções de peróxido altamente concentradas, como 35%, podem ser pintadas. Deixe os ossos secarem antes de prosseguir.

Passo 3

Existem vários métodos para fixar as articulações dos ossos. Eles dependem do tamanho do osso, da natureza da articulação e se deseja que ela seja móvel ou fixa. As opções de estabilização incluem fazer orifícios-piloto nas articulações, prendê-las com parafusos e colá-las com cola quente. Para articulações móveis, faça pequenos furos nas juntas e passe um fio para segurá-las. Em articulações grandes pode ser necessário utilizar dois fios.

Passo 4

Borrife o esqueleto com três ou quatro camadas de verniz transparente de poliuretano para proteger e dar brilho. Ao passar o verniz, aplique somente camadas finas e mantenha o bico do spray a 25 cm de distância dos ossos para evitar gotejamento. Permita que uma camada seque antes de aplicar a outra.

Mais recentes

×