×
Loading ...

Projetos para feira de ciência sobre mofo nos pães integral e branco

Quando estiver pensando em um experimento científico para os alunos do ensino primário, é uma boa ideia usar um fenômeno que eles provavelmente já tenham observado, por exemplo o crescimento de fungos no pão. Desenvolver um experimento simples e divertido sobre como o mofo se acumula em diferentes tipos de pão demonstra o que acontece quando o pão fica ruim. O pão normal do integral se diferem além do gosto e da cor, e um projeto científico pode revelar se essas diferenças contribuem para a acumulação dos fungos.

Um experimento científico pode demonstrar como o mofo se desenvolve de maneira diferente no pão branco e no integral (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Pesquisa

O termo "variável" se refere a algo que se pode mudar em um experimento para ver a diferença que ele faz. Em um experimento científico, é desejável controlar o maior número de variáveis possível. Em um envolvendo o mofo do pão, as diferenças no ingredientes do branco e do integral são as variáveis, presumindo que sejam preparados e assados da mesma forma. Por terem o mínimo de diferenças entre os dois tipos de pães, é possível assegurar que são os ingredientes distintos que afetam o crescimento do mofo, e não outra coisa do ambiente.

Loading...

Criar hipóteses

Para ir adiante com o experimento, deve-se rascunhar uma hipótese -- uma frase testável que seu experimento tenta defender. Baseando-se em observações e pesquisas anteriores, a hipótese faz o papel de previsão sobre o que você acredita que irá acontecer na experiência. "O pão branco desenvolverá o bolor mais rápido do que o integral na temperatura ambiente" é um exemplo de hipótese. Depois de saber sobre os diferentes pães e os fatores que causam o crescimento dos fungos, você pode fazer uma tentativa com mais base -- escrita como uma hipótese -- sobre o que a experiência mostrará.

Desenvolva o experimento

A forma mais simples de se desenvolver um experimento sobre a acumulação de mofo nos diferentes tipos de pão é deixá-los em condições controladas e observar o quão rápido o bolor cresce em cada um. Controlar o ambiente significa manter o pão em um lugar onde nada possa interferir no bolor.

Experiências científicas também precisam de uma documentação conforme o projeto progride. Nesse caso, isso significa tirar fotos e fazer anotações da aparência do pão em intervalos regulares. Observar os pães ao mesmo tempo é crucial, permitindo que perceba quando o primeiro mofo aparece e quão rápido se espalha. Provavelmente não demorará mais do que alguns dias.

Conclusão

Uma conclusão serve para resumir o que se aprendeu da experiência, explicando os resultados e se a hipótese foi defendida ou não. Se não, os cientistas tentam determinar onde erraram e corrigem. Se os resultados defenderem a hipótese, eles podem usar as ideias para novas experiências para expandir seu conhecimento sobre o crescimento do mofo no pão. Novas variáveis em potencial incluem a mudança de temperatura no lugar em que se guarda o pão, o acréscimo de umidade ao pão e a mudança da receita.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...