×
Loading ...

Quais são as cores que refletem mais luz?

A cor é uma complexa interação de energia eletromagnética, reações químicas, sinais elétricos e pensamento humano. A luz de certos comprimentos de onda desencadeia diversas reações químicas no olho que envia sinais elétricos para o cérebro, o qual decide que cor ele está vendo. Se isso já não fosse complicado o suficiente, há ainda duas maneiras de produzir cor: cor aditiva e cor subtrativa. A questão de qual é a cor que mais reflete a luz envolve essas complexidades.

A cor é um fenômeno complexo que conecta luz, reações químicas e o cérebro (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Cores aditivas e subtrativas

Um flash de luz vermelha, um verde e um azul brilhando todos no mesmo ponto tornam-se brancos. A tinta vermelha, a verde e a azul, se misturadas em um mesmo ponto tornam-se pretas — bem, provavelmente um marrom-escuro lamacento. O fato é que as fontes luminosas de cores diferentes adicionam-se para fazer uma cor final, enquanto as tintas subtraem a luz para fazer o mesmo. Em outras palavras: um laranja absorve todas as cores, menos o laranja. Se a luz branca incidir sobre um laranja, os tons de púrpura, verde e vermelho são absorvidos, deixando somente a luz laranja se refletir.

Loading...
As tintas são cores subtrativas: quanto mais tintas são misturadas, menos luz é refletida (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Branco

Assim, a cor que obviamente reflete o máximo de luz é o branco. Ou seja, um branco perfeito reflete todos os comprimentos de onda nele incidentes. Se a luz verde incidir no branco, o papel parecerá verde. Se for a luz amarela, o papel parecerá amarelo. Mas o que acontece se houver um desenho vermelho em um pedaço de papel branco e for iluminado com luz vermelha? O papel inteiro parecerá vermelho. A parte branca parece vermelha porque reflete toda a luz que nela incide, enquanto o desenho vermelho parece vermelho porque reflete toda a luz vermelha nele incidente.

Indo até à fonte

O ponto principal deste experimento é o fato de que a quantidade de luz refletida dependerá das cores contidas na fonte luminosa assim como das cores do objeto. Por exemplo, se um pedaço de papel amarelo for iluminado com luz azul, ele não a refletirá absolutamente e parecerá preto, enquanto um pedaço de papel azul, refletirá toda a luz. Pegue esses mesmos pedaços de papel e coloque-os sob uma luz amarela e o amarelo se refletirá de forma brilhante, enquanto o azul parecerá preto. Então a resposta é que a cor que refletirá mais luz é a que for mais equivalente à energia da fonte luminosa.

A cor que você vê é uma função da cor do papel e a cor da luz que brilha sobre ele (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Uma grande bola de luz

Ponha isso no contexto de uma fonte luminosa bastante comum: o Sol. O pico do comprimento de onda do Sol é de cerca de 550 nanômetros (bilionésimos de um metro, uma maneira comum de medir o comprimento de onda da luz). Este é amarelo-esverdeado. Assim, em um dia ensolarado, a cor que reflete mais luz será amarelo-esverdeada. Mas, por volta do pôr do sol, tudo isso muda. À medida que o Sol se torna mais avermelhado, o pico do comprimento de onda que alcança a Terra se altera. Agora os objetos refletem mais luz que o amarelo-esverdeado, porque há mais luz vermelha ali para refletir.

A brilhante luz solar atinge seu pico de energia no comprimento de onda amarelo-esverdeado (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

O olho humano

Há ainda outra complicação. Suponha uma fonte de luz que tenha exatamente a mesma quantidade de energia em cada comprimento de onda: azul, verde, amarelo, laranja, vermelho — todos iguais. Então você acharia que pedaços de papel azul, vermelho, amarelo, laranja e vermelho, respectivamente, refletiriam todos a mesma quantidade de luz. Sim, refletiriam. Mas não é o que você veria. O olho humano é muito mais sensível ao amarelo-esverdeado do que ao vermelho profundo ou ao roxo-azulado. Assim, ainda que cada papel refletisse a mesma quantidade de luz, você acharia o azul e o vermelho mais fracos do que o verde e o amarelo.

O olho e o cérebro se combinam para criar nossa diferente sensibilidade às diferentes cores (Photos.com/Photos.com/Getty Images)
Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...