Quais são os perigos da inalação do gás hélio?

••• Ballons am Himmel image by Jens Hilberger from Fotolia.com

Todos nós sabemos que inalar um pouco de gás hélio de um balão fará a nossa voz soar em um tom mais alto. É engraçado e nos faz rir, mas existem preocupações mais sérias provenientes da inalação de gás hélio. Pode ser algo pequeno, como tonturas, ou algo grande, como a morte.

Sintomas leves

Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images

De acordo com Lenntech, alguns dos sintomas leves provenientes da inalação do gás hélio são dores de cabeça, dores de garganta, tonturas, náuseas e falta de ar.

Cordas vocais

Digital Vision./Digital Vision/Getty Images

A razão pela qual a maioria das pessoas inalam o gás hélio é para mudar o tom de sua voz. No entanto, o hélio pode causar danos graves à sua laringe se for muito utilizado. Nossas vozes funcionam quando nossas cordas vocais vibram com o ar. O hélio acelera essa vibração e, como resultado provoca uma dor de garganta ou pior, danos vocais permanentes.

Falta de oxigênio

Goodshoot/Goodshoot/Getty Images

Um dos maiores problemas da inalação de balões de hélio é a falta de oxigênio. O "Is it dangerous to inhale helium?" ("É perigoso inalar hélio?", em tradução livre) de Slate.com, explica que, ao inalar o gás, você não está recebendo oxigênio e, finalmente, não consegue respirar. A maioria dos incidentes resultam em desmaios. O oxigênio voltará para seus pulmões rapidamente e você deve acordar em questão de minutos. A inalação de grandes quantidades de gás hélio em um curto espaço de tempo pode resultar em morte.

Balões de hélio

Visage/Stockbyte/Getty Images

Um artigo no site da Kidz World: "How Helium Works", ("Como o hélio funciona", em tradução livre) nos informa que inalar o gás muito rapidamente ou a partir de um tanque de pressão pode criar bolhas de hélio em seu corpo. Isso causa danos aos seus pulmões, e as bolhas podem entrar em seu cérebro através de suas artérias. Os resultados são ruins, podendo causar um acidente vascular cerebral ou mesmo a morte.

Mais recentes

×