Religião e crenças Incas

••• Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

O legado da antiga sociedade inca é uma importante parte dos estudos históricos dos povos indígenas da América do Sul. Para entender o império inca, é necessário ter conhecimento de suas crenças e rituais religiosos, que constituíam uma parte fundamental da vida para este povo dos Andes.

Divindades

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Os incas veneravam muitos deuses, cada um com uma particular área de influência. O mais poderoso de seus deuses era Viracocha, quem os incas acreditavam ser seu criador. Viracocha também era o criador dos outros deuses. Os incas também adoravam Inti, o deus sol, pois acreditava-se que o sol estimulava o crescimento de suas culturas agrícolas, e Mama Quilla, a deusa da lua, pois o ciclo lunar era a base do calendário inca. Outros deuses eram Illapa, o deus do trovão, e Mama Cocha, a deusa do mar.

Espíritos

Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images

O culto inca não limitava-se a deuses, incluindo também outras entidades. Os incas acreditavam que "huacas", ou espíritos, residiam em lugares ou objetos, como nascentes, pedras e cavernas, proporcionando locais terrenos de adoração. De forma semelhante aos deuses, cada "huaca" possuía certos poderes, específicos à sua localização. Por exemplo, um "huaca" dentro de uma nascente era responsável por seu fluxo.

Sacrifícios

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Os incas realizavam diversos rituais como parte de suas crenças e muitas vezes eles eram acompanhados de um sacrifício. Como uma oferenda e uma forma de adoração aos deuses, normalmente se sacrificava um porquinho da índia e lhamas. Os rituais normalmente eram regidos por um sacerdote, que imolava o animal a ser sacrificado. Comidas e bebidas também eram oferecidas frequentemente, sendo a comida queimada e a bebida derramada no chão.

Vida após a morte

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

A religião inca também possuía um conceito de pós-vida. Eles acreditavam que depois da morte, aqueles que haviam sido bons na Terra iam viver com o sol e desfrutariam de comida e bebida inesgotáveis. Aqueles que haviam sido maus sob a Terra viveriam no frio e sem comida. Funerais no império inca exigiam um ritual elaborado e o corpo do falecido geralmente era enterrado, a menos que ele tivesse um alto status. Estes indivíduos, incluindo imperadores, eram mumificados.

Mais recentes

×