Como saber se as safiras são reais

••• Lawrence Lawry/Photodisc/Getty Images

Quando lhe foi apresentada uma variedade de anéis para seu noivado com o Príncipe Charles, a Princesa Diana escolheu uma maravilhosa safira azul. As safiras existem em uma variedade de cores e perdem apenas para os diamantes em questão de resistência. São pedras incrivelmente bonitas, e saber identificar sua autenticidade é crucial para o comprador. Seja um consumidor atento: aprenda as características de uma safira genuína.

Passo 1

Vá a um joalheiro confiável. Ele será capaz de lhe dar detalhes sobre a pedra em termos de lapidação, cor e tratamento. Quase todas as safiras passam por um processo de aquecimento para aumentar seu brilho, mas elas jamais se assemelharão ao vidro. O joalheiro também dirá se a pedra foi feita em laboratório ou se é natural. A pedra de laboratório não deixa de ser autêntica.

Passo 2

Examine a cor da safira. Embora as pedras criadas em laboratório tenham mais brilho do que as naturais, elas não são tão brilhantes quanto as safiras falsas. As safiras genuínas de alta qualidade possuem um tom profundo de azul e não refletem outras cores ao serem colocadas embaixo da luz. Esse teste pode ser aplicado a safiras de todas as cores, pois a cor refletida sempre será a mesma da pedra.

Passo 3

Procure por arranhões e bolhas. As safiras são naturalmente resistentes e duráveis, portanto, se você encontrar algum arranhão na pedra, é porque ela provavelmente é feita de vidro. Essas pedras falsas também possuem pequenas bolhas que não existem em safiras naturais.

Passo 4

Leva sua safira a um gemologista licenciado. Os gemologistas realizam testes com ferramentas específicas para determinar a qualidade da pedra, podendo também fornecer um certificado de autenticidade.

Mais recentes

×