Como sangrar o cilindro mestre em um Fusca refrigerado a ar

Car Brake image by Joelyn Pullano from Fotolia.com

Os freios do Fusca utilizam um sistema hidráulico que conta com mudanças de pressão. Quando o pedal do freio é pressionado, o pistão no cilindro mestre força o fluido de freio nas linhas que correm aos freios. O fluido faz com que as pastilhas de freio sejam pressionadas contra a superfície das rodas, diminuindo a velocidade do Bug. Para que o sistema funcione corretamente, ele deve estar sem ar. O sangramento do cilindro mestre é o processo de remoção de ar do sistema de freio.

Step 1

Retire a tampa do reservatório do freio mestre e verifique as condições do fluido. Ele deve possuir uma cor dourada clara, sem qualquer poeira ou detrito. Se o líquido estiver sujo, sugue-o com uma seringa e substitua-o. Encha o fluido até o ponto da linha de junção do reservatório, e em seguida, coloque a tampa novamente.

Step 2

Procure o anel de borracha que cobre a válvula de purga; ele está localizado na parte lateral do cilindro mestre. Remova o anel. Solte a válvula de purga da roda traseira direita com uma chave de caixa, e em seguida, aperte-a levemente.

Step 3

Fixe o tubo à válvula de purga, e em seguida, insira a outra extremidade em um recipiente de vidro transparente que contenha um pouco de fluido de freio. A extremidade do tubo tem que ficar submersa.

Step 4

Com a ajuda de um assistente, bombeie o pedal do freio, pressionando com firmeza. Enquanto o assistente segura o pedal do freio, solte a válvula de purga ligeiramente.

Step 5

Procure por bolhas de ar na extremidade do tubo. Depois de alguns segundos, feche a válvula e deixe que o assistente retire o pé do pedal do freio. Espere alguns segundos e repita os passos quatro e cinco até que não existam mais bolhas de ar saindo. Em seguida, faça o mesmo para as linhas de freio traseira esquerda, dianteira direita, e dianteira esquerda.

Step 6

Encha o nível do fluido de freio no reservatório, e em seguida, teste os freios. Não deve haver nenhuma suavidade ou comportamento estranho em ação no pedal do freio. Se chega ao chão, ainda existe ar em algum lugar do sistema.

×