As semelhanças entre os católicos romanos e os luteranos

Muitas igrejas luteranas compartilham um gosto por arquitetura ornamentada com as igrejas católicas

catholic cathedral image by Kostyantyn Ivanyshen from Fotolia.com

No ano de 1517, Martin Luther, um monge católico, postou suas "95 teses" contra a prática das indulgências pelos católicos romanos. Essa ação posteriormente causou sua ruptura com a Igreja Católica Romana e a fundação do Luteranismo. Com uma conexão tão próxima com o Catolicismo, no entanto, o Luteranismo tem mais semelhanças com ele do que diferenças.

A Santíssima Trindade

Tantos os católicos quanto os luteranos acreditam na Santíssima Trindade: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Essas três partes constituem um deus monoteísta e não se adequam ao politeísmo. Adicionalmente, ambos os ramos acreditam que Jesus Cristo cumpriu o papel de "Filho" na Trindade.

A Bíblia

Ambas as denominações acreditam na Bíblia como a palavra de Deus; no entanto, existem algumas diferenças entre a aplicação prática da sua crença. Os luteranos acreditam na "sola scriptura", que significa "única escritura", enquanto os católicos acreditam na autoridade dos apóstolos e do papa para interpretar as escrituras. Nenhuma denominação ensina ou pode dar ensinamentos contrários à Bíblia, no entanto.

Crenças ecumênicas

Ambas as igrejas seguem as três crenças ecumênicas: o credo dos apóstolos, o credo niceno e o credo de Atanásio. Ambas acreditam que essas crenças são declarações rigorosas da fé.

Liturgia

A liturgia se refere às cerimônias e celebrações dispostas pela lei da igreja e ambas se classificam como litúrgicas. A mentalidade de culto é metódica, baseada na escritura e conhecimento da eucaristia.

Eucaristia

Tanto os luteranos quanto os católicos romanos acreditam na "presença real" de Jesus Cristo durante a eucaristia, mas com pequenas variações. Os católicos acreditam na transubstanciação, a crença em que o pão e o vinho se transformam completamente no corpo e sangue, enquanto os luteranos acreditam que os elementos mantêm suas propriedades originais de pão e vinho durante essa transformação, uma crença conhecida como "união sacramental".

Sacramentos

Tanto os católicos romanos quanto os luteranos têm um sistema de sacramentos, rituais para conseguir a graça de Deus, mas o número e natureza deles varia. Os católicos têm sete sacramentos: batismo, comunhão/eucaristia, reconciliação (ou penitência), confirmação (ou crisma), ordem, matrimônio e unção dos doentes. Os luteranos têm dois sacramentos: batismo e eucaristia.

Pecado original e batismo de crianças

Tanto os católicos quanto os luteranos praticam o batismo especificamente para crianças, junto com o batismo de adultos. Ambos acreditam que Deus ordenou o batismo para a limpeza dos pecados e que cada bebê nasce com o pecado original vindo de Adão e Eva, e que, portanto, precisa do batismo para ser limpo.

Justificação

Aparentemente, existem grandes diferenças entre as crenças dos católicos romanos e os luteranos em relação à justificação, mas o princípio subliminar permanece sendo bastante semelhante. O conceito luterano de "pela fé somente" significa que os pecadores recebem a salvação apenas pela sua fé em Cristo e não por suas boas ações. A igreja católica também ensina que a fé no Cristo salva, mas que as boas ações também são significantes quando a verdadeira justificação ocorreu dentro de um indivíduo.

×