×
Loading ...

Técnicas de crochê

O crochê é uma arte versátil, que vai muito além dos quadrados da vovó. Conhecida por ser a arte de criar tramas com uma agulha em ponta de gancho. Com ela é possível experimentar muitos materiais diferentes para criar uma infinidade de objetos. Experimente as diferentes técnicas que produzem de rendas intricadas a peças de vestuário com tramas bem vazadas. Diversifique os materiais usando de linhas a tiras de tecido para criar inúmeras obras de arte.

As diferentes técnicas de crochê produzem resultados muito diferentes (NA/Photos.com/Getty Images)

Crochê filé

O crochê filé é uma técnica comum usada principalmente com linhas, mas também com fios. A técnica permite que a crocheteira faça um desenho em uma folha de gráfico e, em seguida, acompanhe esse padrão com o crochê filé. Se o quadrado no desenho for sólido, faz-se três pontos altos naquele ponto. Se o quadrado estiver em branco, faz-se três correntes e pula-se três pontos antes de fazer outro ponto alto. Se o quadrado estiver parcialmente preenchido, faz-se uma combinação de correntes e pontos altos, de acordo com a quantidade do preenchimento. O crochê filé é usado para fazer mantas, blusas, toalhinhas rendadas e quaisquer outros projetos em que a crocheteira deseje recriar uma imagem ou desenho.

Loading...
O crochê filé é capaz de criar desenhos e receitas fantásticos (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Crochê tunisiano

O crochê tunisiano mescla técnicas de crochê e tricô usando uma agulha de crochê tunisiano, também chamada de agulha afegã, que é um instrumento parecido com uma agulha de tricô que tem um gancho na ponta. A técnica também é conhecida pelos nomes de crochê afegão e crochê- tricô. Para fazer as peças, a crocheteira trabalha em carreiras somente de ida com todas as laçadas finais permanecendo na agulha. Quando ela chega ao final de uma carreira, começa a trabalhar na direção oposta sem virar a peça e trabalhando cada uma das alças anteriores fora da agulha.

O crochê tunisiano mescla técnicas de crochê e tricô (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Crochê peruano

O crochê peruano utiliza uma agulha de crochê e uma agulha de tricô, cabo de vassoura ou um passador de qualquer tamanho. O diâmetro do cabo, agulha ou passador vai determinar o quão ampla a renda do crochê vai ficar. Normalmente, este tipo de crochê é combinado com outros pontos básicos. Para realizar esta técnica, a crocheteira envolve o fio ao redor do objeto( cabo ou passador) e depois faz pontos baixos em um único lado usando uma agulha de crochê regular. Quando uma carreira é completada, o cabo ou passador é retirado deixando uma série de grandes alças.

O crochê peruano é frequentemente usado para fazer suetéres com tramas abertas, vazadas (Ryan McVay/Lifesize/Getty Images)

Crochê rendado

As toalhinhas de renda são a imagem icônica da técnica do crochê rendado, embora ele também possa ser usado para fazer caminhos de mesa, colchas, toalhas de mesa e golas de renda ou motivos decorativos para adornar outras peças artesanais. A técnica utiliza os mesmos pontos do crochê básico, mas com linhas e agulhas de aço finas com pontas delicadas. Os trabalhos feitos com o fio de crochê são muitas vezes engomados depois, permitindo que a crocheteira faça desenhos intrincados que manterão a sua forma quando o trabalho for concluído.

O crochê rendado pode criar bonitos enfeites para toalhas, toalhas de mesa e golas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Crochê com arames e contas

O crochê com arames e contas também utiliza os mesmos pontos do crochê básico. A diferença é que em vez de usar o fio, a crocheteira utiliza contas na linha ou, algumas vezes, arame. Esta técnica produz joias, bolsas e roupas com brocados. É um trabalho complexo, que, com frequência, usa de miçangas a grandes contas de madeira.

Crochê com retalhos ou tecido

O crochê com retalhos ou tecido é uma técnica que utiliza pedaços de tiras de tecido e une-os para fazer cestas, tapetes e camas para animais de estimação. As largas tiras de tecido servem para deixar as peças firmes e encorpá-las. As peças podem virar grandes projetos de reciclagem já que a crocheteira pode cortar as tiras de roupas ou toalhas velhas. As tiras são unidas com uma agulha grande de plástico.

Crochê de formas livres

O crochê de formas livres é uma técnica que evita todos os padrões e ideias preconcebidas sobre conteúdo e forma. Destina-se a ser uma forma de arte onde a crocheteira cria desenhos e segue exclusivamente a sua imaginação. Ela pode juntar fios como desejar, fazer pontos e criar qualquer forma que quiser. O resultado tanto pode ser somente arte quanto um objeto com finalidade específica.

A crocheteira de formas livres compõe o trabalho à medida em que prossegue fazendo a peça (Ben Bloom/Digital Vision/Getty Images)
Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...