Como tratar de altos níveis de amônia no sangue

O fígado toma conta de quase todas as toxinas que encontra, não importando se são ingeridas ou criadas pelo próprio corpo. A amônia é uma toxina criada pelo corpo como resultado da quebra de proteínas. Sob circunstâncias normais, o fígado elimina a amônia. Porém, em condições como hepatite ou problemas no fígado, a amônia não é eliminada. Altos níveis de amônia no sangue (hiperamonemia) levam à falência dos órgãos e a danos cerebrais, tornando isso uma emergência médica. O tratamento é complicado, necessitando a supervisão de um profissional da área médica.

Tratamento para hiperamonemia

Passo 1

Tome medicamentos antiamoníacos, como benzoato e fenilacetato, nas doses apropriadas, como indicado pelo seu médico. Esses medicamentos convertem a amônia em formas solúveis em água que podem ser eliminadas pelos rins. A dosagem varia dependendo do estado dos rins e do peso do paciente.

Passo 2

Modifique a dieta para incluir alimentos com baixo teor de proteína. Uma grande fonte de amônia é a quebra das proteínas pelas bactérias intestinais. Uma dieta com poucas proteínas reduz a produção de amônia pelas bactérias.

Passo 3

A hemodiálise pode ser iniciada imediatamente se os níveis de amônia no sangue estiverem críticos. Isso se dá porque a medicação e as mudanças na dieta levam tempo, e o cérebro é particularmente suscetível a danos (encefalopatia) se os níveis de amônia permanecerem altos. A hemodiálise remove as toxinas do sangue quando o fígado e os rins não conseguem funcionar direito.

Passo 4

Siga as recomendações de um agente de saúde para lidar com a causa do nível elevado de amônia no sangue. Doenças no fígado, como hepatite viral, podem ser tratadas com medicamentos. Algumas condições do fígado podem necessitar de tratamentos mais complicados.

Mais recentes

×