Como tratar diarreia em cabritos?

••• Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images

Em muitos casos, saber como tratar corretamente diarreia - movimentos intestinais soltos, fezes aquosas - em cabritos significa a diferença entre a vida e a morte do filhote. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a diarreia não é uma doença por si só, mas sim o sintoma de um problema subjacente, que em filhotes e animais jovens pode ser consequência do excesso de comida, mudanças de temperatura, técnicas de manejo inadequadas, infecção bacteriana e coccidiose, diz a Dra. Mary Smith, coautora de "Goat Medicine" (Medicina das cabras). A chave para o tratamento da diarreia está em efetivamente tentar manter o cabrito vivo e hidratado ao mesmo tempo que se combate a causa. O não tratamento da diarreia em cabritos pode resultar em desidratação grave e morte.

Instruções

Passo 1

Separe o cabrito com diarreia do restante do seu rebanho. Transfira-o para uma área limpa, com uma forragem que mantenha o animal doente sem contato direto com o restante de seu rebanho caprino. Isso é importante no caso da diarreia ser causada por um agente infeccioso. Minimize potenciais complicações, como pneumonia, assegurando-se que a área de isolamento esteja localizada em um local limpo, seco e livre de correntes de ar.

Passo 2

Substitua as mamadas por suplementação de eletrólitos, para reidratar o filhote doente. Use uma solução de eletrólito em pó formulada para cabras ou faça seu próprio repositor, misturando 4 xícaras de água fervente com 2 colheres de sopa de xarope de milho, 1/2 colher de chá de sal e 1/4 de colher de chá de bicarbonato de sódio, recomenda Gail Damerow, autor de "Your Goats" (Suas Cabras). Alimente o animal com uma a duas xícaras de fluidos eletrólitos a cada duas ou quatro horas, dependendo de quão grave for a diarreia.

Passo 3

Administre probióticos orais, que ajudarão a restaurar a normalidade da população de bactérias no estômago do filhote, que muitas vezes é dizimada pela diarreia. Siga as instruções de dosagem no tubo de pasta com base na idade e peso do seu animal. Geralmente, é necessário administrar de 1 ml a 2 ml da pasta para um cabrito com idade inferior a seis meses.

Passo 4

Monitore os movimentos intestinais da cabra doente enquanto estiver alimentando-a com eletrólitos orais durante as próximas 24 a 48 horas. Observe qualquer alteração na cor e consistência das fezes, que devem retornar gradualmente ao seu estado normal.

Passo 5

Quando a diarreia tiver acabado, gradualmente, substitua os eletrólitos orais pelo leite ao longo de um período de 24 a 48 horas. Alterne a suplementação de eletrólitos com pequenas refeições de leite, para minimizar uma potencial recaída devido às mudanças dietéticas súbitas.

Mais recentes

×