O que acontece se o sistema EGR do meu carro estiver obstruído?

Escrito por chris stevenson | Traduzido por jose airton almeida neto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que acontece se o sistema EGR do meu carro estiver obstruído?
Algumas válvulas podem ser limpadas e restauradas à sua função original (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

O EGR, sigla para Recirculação dos Gases de Escape, vem equipado na maioria dos novos veículos, assim como em modelos mais antigos. A válvula do EGR joga as emissões do escape de volta ao sistema interno para serem queimadas novamente, ou "recicladas", e re-emitidas pelo escape. O sistema opera através da abertura e do fechamento das válvulas do solenoide, reguladas por um diafragma. As válvulas abrem e fecham o EGR de acordo com a pressão que recebem. A válvula apresentará algumas sinais quando estiver obstruída ou completamente fechada.

Outras pessoas estão lendo

Barulhos

Uma válvula parcialmente ou completamente obstruída provocará as vezes um barulho parecido com um "assovio" ou com algumas batidas leves vindas do motor. O sinal é semelhante a uma detonação ou uma pré-ignição, causadas pelas o aumento anormal das temperaturas na câmara de combustão. Uma válvula de EGR obstruída elevará a temperatura da combustão da mesma forma, podendo causar o mesmo barulho.

Mal funcionamento

Uma válvula obstruída impedirá o sistema de funcionar. Quando a passagem de gases do ERG está bloqueada, ela impede a exaustão dos gases e os mantém circulando no motor, causando uma condição de sufocamento. O motor funcionará mal, falhando na maioria das vezes e não atingirá a condição ideal. A rpm pode ficar inconstante, aumentando e diminuindo aleatoriamente.

Retardamento

O retardamento, que pode fazer o motor parar de funcionar, pode acontecer com a obstrução da válvula, interrompendo totalmente o fluxo de emissão dos gases. Este será o problema mais comum, e pode não acontecer a todo momento.

Superaquecimento

A exaustão produzida pelo processo de combustão contém dióxido de carbono, que é feito parcialmente de água. O dióxido de carbono, presente nos gases queimados na exaustão, entram dentro da válvula para reduzir a emissão nociva de NOx (óxido de nitrogênio), mas também esfriam a câmara de combustão. Se o EGR estiver bloqueado, causará um aumento significativo da temperatura no motor.

Teste de poluição

Se a válvula estiver bloqueada ou completamente obstruída, ela poderá queimar novamente os gases nocivos na câmara de combustão. O fluxo de NOx se dará de forma irregular através da câmara de combustão e por fora do cano do escapamento. O excesso de NOx será revelado durante um teste de poluição e causará uma falha. Além disso, um EGR bloqueado pode aumentar a mistura de combustível e produzir excessos de hidrocarbonetos (HC) e monóxidos de carbono (CO)

Luz do motor

Uma válvula do EGR com defeito ou obstruída indicará no painel um sinal de "Verificar Motor" ou "Controle de Emissão". O proprietário terá de levar o seu veículo até uma autorizada que tenha um escaneador automotivo. O escaneador então será conectado ao sistema computadorizado do veículo, e um código de problema será identificado. Se a válvula do EGR for a causa da falha do sistema, a numeração do código identificará especificamente o EGR como a parte danificada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível