Alteração da cor da pele por problemas hepáticos

Escrito por derek dowell | Traduzido por josciel sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alteração da cor da pele por problemas hepáticos
A icterícia é a coloração amarelada da pele (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Um sintoma primário de doença hepática é referido como icterícia, quando a pele adquire uma coloração alaranjada ou amarela pálida. O branco dos olhos também pode ser afetado por essa descoloração.

Outras pessoas estão lendo

Icterícia

Existem várias maneiras pelas quais o fígado pode ser danificado, levando à icterícia. O bloqueio dos ductos biliares, hepatite aguda e doença hepática alcoólica são algumas causas.

Processo

Quando o fígado fica danificado ou não funciona adequadamente, ele não consegue mais processar o sangue velho para a produção de bile. À medida que as células sanguíneas são degradadas, a hemoglobina deve ser transformada em bilirrubina e eliminada pelo fígado.

Características

À medida que a bilirrubina, que tem uma coloração amarelada, acumula na corrente sanguínea, ela faz a pele também adquirir sua coloração.

Identificação

A cor da pele pode flutuar juntamente com o nível de bilirrubina no sangue. Os níveis moderados causam uma coloração amarela pálida e, à medida que os níveis se elevam, ela pode alterar para marrom. A icterícia por si só não é uma doença, mas um sintoma de um mau funcionamento do fígado.

Alerta

Como um sintoma, a icterícia não é contagiosa. Geralmente, a condição hepática subjacente também não é, a não ser que seja causada por hepatite, que pode ser infecciosa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível